Vazou a possível data de lançamento do Pixel 4

Por Nathan Vieira | 10 de Setembro de 2019 às 22h30
Phone Arena
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Pixel 4

Ficha técnica

Nesta terça-feira (10), o "leaker" Evan Blass, conhecido nos Estados Unidos por trazer vazamentos de smartphones, descobriu uma renderização aparentemente oficial sobre o Pixel 4, que traz uma data misteriosa: 15 de outubro. Certo, é apenas uma data, mas isso não impediu especulações em torno de que essa seja a verdadeira data de lançamento do novo smartphone da Google. Não houve nenhuma confirmação de que essa data realmente significa algo importante, então por enquanto resta apenas esperar que informações concretas venham à tona.

No entanto, um dos principais motivos que rodeiam a crença de que essa seja a data oficial é que, nos primeiros dois anos, a Google realizou seus eventos (responsáveis por vários anúncios de novidades da empresa, como os smartphones da linha Pixel, é claro) em 4 de outubro, e no ano passado os anúncios foram adiados um pouco para o dia 9 de outubro. Sendo assim, pensar que em 2019 esse evento vai acontecer no dia 15 é até que bem realista.

Pode ser que o Pixel 4 lance no dia 15 de outubro deste ano

Se o celular realmente for lançado no dia 15 de outubro, o provável é que as encomendas comecem imediatamente após o evento. Além disso, é válido lembrar que os preços que a Google planejou para a série Pixel 4 ainda não foram divulgados. A expectativa é que o Pixel 4 custe aproximadamente US$ 799 (R$ 3.260 numa conversão direta), enquanto o Pixel 4 XL deve custar US$ 899 (R$ 3.668 convertendo diretamente).

Em meados de agosto, vazamentos sobre o Pixel 4 trouxeram detalhes da parte da frente do aparelho: borda superior um pouco grossa, novo sistema de reconhecimento facial em 3D, chip de radar Project Soli e painéis laterais finos. Renderizações anteriores do Pixel 4 e do Pixel 4 XL baseadas em CAD sugeriram que o próximo topo de linha da Google teria um painel frontal ligeiramente mais espesso, também. Fotos vazadas mostram que a tela ocupará quase que a totalidade da parte frontal do aparelho, o que representa uma melhora significativa no design quando comparamos com o Pixel 3.

Fonte: Phone Arena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.