Vazamento mostra Huawei Mate 30 Pro com notch aberto e sem botões de volume

Por Rafael Arbulu | 04 de Setembro de 2019 às 10h00
(Imagem: Reprodução/OnLeaks via Pricebaba)
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Huawei Mate 30 Pro

Ficha técnica

Já virou praxe na indústria dos smartphones: quando um novo modelo está perto de ser lançado, vazamentos vão “estragar a surpresa” dias antes dos planos da fabricante. Novamente, o Mate 30 Pro, previsto para ser lançado oficialmente pela Huawei no próximo dia 19, teve uma série de renderizações de fábricas vazadas, mostrando diversos aspectos do novo aparelho, via OnLeaks, em colaboração com o site Pricebaba.

Talvez o detalhe que mais salte aos olhos, ao menos à primeira vista, é o entalhe na parte frontal do display (notch): ao invés de optar por um design “gota d’água”, a Huawei esticou e ampliou o tamanho desse compartimento para acomodar, além do sensor de identificação facial, três câmeras frontais.

O mesmo display vai aplicar o conceito de “cachoeira” em seu formato, que nada mais é do que uma tela curva “mais curva” que as outras, esticando esse alinhamento de forma mais aprofundada nas bordas. Ainda não se sabe, porém, da utilização prática desse design, nem tampouco como ele responderá a toques involuntários do usuário.

Talvez, pela curvatura da tela ser mais aprofundada, a Huawei tenha eliminado de vez os botões de volume na lateral do aparelho: o Mate 30 Pro contará, ao invés disso, com um espaço sensível ao toque, onde o controle de volume dos sons será feito pelo deslize do dedo do usuário — arraste o dedo para cima, o volume aumenta; para baixo, ele diminui.

Na parte de trás, a informação mais óbvia é o esquema de quatro câmeras do Mate 30 Pro, alinhadas dentro de um anel circular, centralizado ao topo do aparelho. Ao todo, serão dois sensores de 40 megapixels, além de uma lente teleobjetiva de 8 megapixels e um sensor conhecido como “tempo de vôo” (Time of Flight), que serve para medir a distância entre o sensor e o objeto a ser fotografado, com base no tempo despendido entre a emissão do sinal, seu reflexo no dito objeto e seu retorno ao aparelho.

Na parte técnica, os sensores primários de 40 megapixels serão configurados da seguinte forma: um deles terá abertura variável (f/1.4 até f/1.6) para compensar diferentes ambientes e variações de luminosidade. O segundo deve trazer uma lente grande angular, para imagens de ambientações mais abertas ou externas.

No que tange ao tamanho, o Mate Pro será um pouquinho maior que seu antecessor (o Mate 20 Pro), trazendo estimadas 6,6 polegadas de tela. Entretanto, devido à fina espessura de seus bezels, as medidas gerais de corpo devem se manter mais ou menos iguais: 158.1x73.6x8.7 milímetros, ao todo. Não será exatamente um aparelho “pequeno”, mas também não deve passar aquela impressão de se estar carregando um tijolo nas mãos.

(Imagem: Reprodução/OnLeaks via Pricebaba)

Internamente, o Huawei Mate 30 Pro virá com processador Kirin 990, com modem 5G embutido, bateria de 4.500 mAh, com suporte a recarga rápida (50W) com fio e recarga de velocidade média a 25W sem fio (método de indução). O aparelho não terá entrada de 3,5 milímetros (P2) para fones de ouvido, forçando o uso do Bluetooth ou um acessório compatível com o conector, que será no padrão USB-C.

Finalmente, é importante ressaltar, que o Mate 30 Pro deve rodar uma versão do Android sem o devido licenciamento da Google: a guerra comercial da fabricante chinesa com o governos dos Estados Unidos fez com que a empresa de Mountain View revogasse o seu suporte, forçando a Huawei a rodar o sistema operacional sem benesses básicas, como acesso direto ao Chrome, Gmail, Mapas, Play Store ou YouTube, bem como a ausência de atualizações de segurança por parte da gigante de buscas.

Fonte: OnLeaks (via Twitter)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.