Vai ser meio difícil colocar as mãos no iPhone X em 2017

Por Redação | 15 de Setembro de 2017 às 16h50

O já lendário iPhone X, anunciado ao mundo no último dia 12 para comemorar os 10 anos de lançamento do primeiro smartphone da Maçã, já tem uma boa fila de interessados, mas essas pessoas podem ter que esperar um bom tanto para ter o aparelho em mãos. Isso porque a quantidade de dispositivos que estarão disponíveis ainda em 2017 não suprirá a demanda, segundo Ming Chi-Kuo, analista da KGI Securities.

Segundo o analista, o aparelho deverá ser esgotado rapidamente das lojas no período do Natal, e será difícil encontrá-lo durante os três primeiros meses de 2018. "Acreditamos que o design de tela de canto a canto e o reconhecimento facial serão o carro-chefe da demanda do iPhone X, mas, devido a restrições de fornecedores, acreditamos que a demanda do mercado não será completamente suprida antes do final do primeiro trimestre do ano que vem", explicou Kuo, que revelou, ainda, que em 2017 deverão ser enviadas cerca de 40 milhões de unidades do aparelho, número que deve subir para 80 ou 90 milhões no início ano que vem.

Além de dificuldades por parte de fabricantes de componentes para suprir a grande demanda, há ainda quem acredite que a Apple estaria atrasando intencionalmente a produção e envio do iPhone X para que o aparelho não reduza as vendas dos iPhone 8 e 8 Plus, anunciados no mesmo evento. Enquanto a pré-venda dos dois modelos começa ainda em setembro, as reservas do iPhone X não poderão ser feitas antes do dia 27 de outubro, com envios começando em novembro.

Fonte: Cult of Mac

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.