Análise revela que iPhone 6 ainda é mais popular que o iPhone 6s

Por Redação | 29 de Maio de 2016 às 09h11

Se a primeira queda nas vendas de iPhones desde o lançamento do produto, registrada em abril, não foi suficiente para que a Apple prestasse atenção na situação de seu smartphone, surge agora um novo dado a ser levado em conta. Uma análise de pesquisas públicas sobre os novos modelos mostra que as pessoas ainda estão bem mais interessadas no modelo de 2014 do que no do ano passado, mais recente e poderoso.

Os dados foram obtidos a partir do Google Trends, um sistema que mostra o volume de pesquisas sobre determinados termos no motor de busca mais usado do mundo. E o resultado é que, tirando um grande aumento oriundo de seu anúncio, no fim do ano passado, o iPhone 6s não foi capaz, em nenhum momento, de ultrapassar o seu antecessor.

Há de se argumentar que o resultado ainda era de se esperar, uma vez que “iPhone 6” parece ser um termo bem mais genérico e, sendo assim, poderia trazer menos resultados. O que se vê, entretanto, é que o interesse pelo mais recente modelo, com “s” no final, é bem menor do que aconteceu no passado.

Google Trends iPhone 6s

Basta olhar, por exemplo, a comparação entre os totais de buscas do iPhone 5 e seu sucessor, o iPhone 5s. É claro, o aparelho que veio depois tem interesse menor, mas a diferença não é tão grande assim, além de ter se invertido nos primeiros momentos. No caso do dispositivo lançado no ano passado, entretanto, o interesse sofreu apenas um pico após seu anúncio, caindo vertiginosamente depois, enquanto seu antecessor permaneceu praticamente estável.

Seria uma demonstração, para alguns especialistas, de que os usuários não estariam mais tão interessados assim em smartphones que tragam apenas melhorias de hardware. Além disso, leva-se em conta a ideia de que, com a chegada de um novo aparelho, o iPhone 6 sofre queda de preço, e sendo assim, acaba se tornando uma alternativa bastante interessante para potenciais clientes por ser semelhante ao modelo mais recente, só que mais barato.

A análise também mostra que, de todos os lançamentos da Apple desde o iPhone 5, o modelo do ano passado foi o que menos atraiu a atenção dos consumidores. É um dado que, para analistas, precisa ser levado em conta se a Apple quiser continuar no patamar em que está, apresentando inovações claras e investindo mais em mudanças que atraiam novos clientes e façam com que os atuais se sintam impelidos a fazer um upgrade.

Como sempre acontece, o final deste ano deve chegar com o anúncio do iPhone 7. Entretanto, ao contrário do que se espera, o modelo não deve ter tantas diferenças visuais assim em relação a seus antecessores, trazendo como marca a inclusão de alto-falantes estéreo e uma dupla de câmeras na parte traseira, que muitos dizem ser exclusiva de uma versão “Pro” do smartphone.

Fonte: Business Insider

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.