Usuário chinês afirma que certificação IP68 do Huawei P30 Pro seria "decorativa"

Por Se Hyeon Oh | 29 de Abril de 2019 às 21h10
Divulgação/Huawei
Tudo sobre

Huawei

Saiba tudo sobre Huawei

Ver mais

Depois da polêmica envolvendo o recurso “Moon mode”, o Huawei P30 Pro agora está "na boca do povo" em mais uma história controversa. De acordo com o portal chinês de notícias UDN, um usuário do P30 Pro está questionando a veracidade da certificação IP68 no aparelho de acordo com uma experiência pessoal nada agradável.

O caso teria acontecido em Chengdu, onde o portador do P30 Pro, identificado como Wu, derrubou sem querer o seu dispositivo no vaso sanitário enquanto limpava o banheiro. Ele afirma ter retirado o aparelho da água rapidamente, mas seu P30 Pro já não estava mais funcionando.

Infelizmente, como a Huawei não oferece garantia em casos de danos por mergulho, Wu teve que pagar pelo conserto do aparelho, que o fez desembolsar 1506 Yuans (R$ 879,50 em conversão direta) para trocar a placa-mãe e a tela, que pifaram.

Comprovante referente ao conserto do P30 Pro de Wu, no valor de 1506 Yuans (Foto: UDN)

Sabendo que o produto contava com a proteção contra água e poeira, Wu não se conformou com o dano em seu aparelho, e contou o relato ao canal de atendimento ao cliente da Huawei na esperança de obter um ressarcimento pelo conserto do aparelho. No entanto, ele diz que recebeu uma resposta negativa à sua solicitação, pois a empresa teria afirmado que os testes para o recebimento da certificação IP68 são realizados sob condições controladas.

Segundo Wu, a Huawei teria dito que o teste para receber a certificação envolve selar as entradas de áudio e de energia do aparelho com uma borracha especial, o que difere das condições de uso real, não podendo ser considerado uma garantia de que o produto aguentará o mergulho. Contudo, ao dizer que um aparelho é protegido pela certificação IP68, o consumidor entende que o aparelho é sim capaz de sobreviver a imersões de até 1,5 metro de profundidade por até 30 minutos.

De acordo com o UDN, o cliente estaria planejando entrar com uma ação judicial contra a Huawei por propaganda enganosa, já que o P30 Pro é comercializado destacando a tal proteção contra água e poeira.

O Canaltech procurou contato com representantes da Huawei no Brasil para que a empresa possa comentar o assunto, e esta notícia será atualizada assim que recebermos um posicionamento oficial da fabricante.

Fonte: UnderKGUDNReddit

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.