Topo de linha: OnePlus 2 é anunciado oficialmente por apenas US$ 329

Por Redação | 28 de Julho de 2015 às 18h42

Os topos de linha do momento, como Galaxy S6 e S6 edge, LG G4 e HTC One M9 oferecem um ótimo hardware mas com um preço bem salgado. Contrariando essa tendência temos algumas fabricantes que oferecem aparelhos com hardware equiparado aos principais do mercado, mas com preço bem mais em conta.

Além da Xiaomi, um dos principais players nesse ramo é a OnePlus, que ganhou fama mundial no ano passado com seu OnePlus One, um aparelho com hardware super robusto mas cujo preço era menos da metade dos da maioria dos topos de linha.

OnePlus 2

Depois de muitos rumores e vazamentos, na madrugada desta terça (28) a startup chinesa acaba de anunciar oficialmente o OnePlus 2, que fica pé a pé com a concorrência, e ainda com alguns extras de fazer inveja. O único problema? Dificilmente alguém no Brasil conseguirá colocar as mãos em um desses.

Confira o vídeo de apresentação do aparelho:

Hardware de matar

OnePlus 2 Hardware

O aparelho vem com um poderosíssimo processador Snapdragon 810, um octa-core de 64 bits da Qualcomm que roda a 1.8 GHz, acompanhado de 3 ou 4 GB de RAM, dependendo da versão. A tela é de LCD com 5,5 polegadas e resolução 1080p (1080 x 1920 pixels), resultando em bons 401 pixels por polegada (ppi).

A câmera traseira tem 13 megapixels, estabilizador óptico de imagem e auto-foco a laser, com lente de 6 camadas que promete eliminar borrões de bordas e cores distorcidas, além do flash vir com LED duplo para melhorar fotos em ambientes com pouca luz. A frontal vem com 5 megapixels para selfies nítidos.

O OnePlus 2 vem com 2 opções de armazenamento: 16 GB com 3 GB de RAM e 64 GB internos com 4 GB de RAM, memória de sobra para rodar praticamente qualquer coisa sem engasgar. O aparelho é dual-SIM, com suporte a 4G, além dos básicos Wi-Fi, GPS/GLONASS e Bluetooth. Curiosamente, ele não possui NFC.

Uma bateria de 3300 mAh completa o pacote, o que deve proporcionar um bom tempo de uso entre duas cargas. Além disso, ele conta com uma entrada USB do tipo C, com lados reversíveis, sendo o primeiro smartphone do mercado a adotar a nova tecnologia.

O dispositivo conta também com um leitor de impressões digitais embutido em uma tecla home, com visual similar ao Galaxy S6, da Samsung.

Design

OnePlus 2 Cores

Um ponto de grande destaque no OnePlus 2 é o design refinado, mas ao mesmo tempo sólido. O corpo é feito de uma liga de alumínio e magnésio com detalhes em aço inoxidável polido. A traseira padrão segue a mesma cor do restante do dispositivo mas a empresa disponibiliza mais 4 opções de personalização, que dão um toque muito refinado no visual. São elas: bambu real, pêssego escuro, Kevlar e pau-rosa.

OnePlus 2

Além dos botões padrão de volume e ligar/desligar, ele conta com um botão deslizante lateral que funciona de maneira similar aos dispositivos da Apple e também utilizado para alternar entre os perfis sonoros do OnePlus 2.

Software

O sistema é o Oxygen OS, uma versão personalizada do Android 5.1 Lollipop criada pela própria OnePlus para substituir o Cyanogen presente no OnePlus One.

OnePlus 2 sistema

Visualmente ele não difere em quase nada do Android padrão do Google, mas a empresa fez modificações bem sutis que melhoram a experiência de uso. Um ponto bacana são os gestos na tela, que funcionam mesmo com a ela desligada. Por exemplo, você pode desenhar um O para abrir a câmera. Tudo é personalizável.

Preço e disponibilidade

O hardware pode até surpreender, mas o que dá vontade de ter um desses é mesmo o preço — apenas US$ 329 para a versão de 16 GB de espaço e 3 GB de RAM e US$ 389 para a de 64 GB de armazenamento e 4 GB de RAM, um salto de capacidade que vale a pena. Apesar de mais caro do que o modelo do ano passado, o dispositivo custa pouco mais da metade do que aparelhos do mesmo nível como o iPhone 6 Plus e o Galaxy S6.

OnePlus 2 vitrine

O OnePlus 2 é vendido pela internet e, como a empresa não possui redes de distribuição nem vendas físicas, existe um sistema complexo de convites e lista de espera. Ou seja, é difícil colocar as mãos em uma criança dessas. Você pode acessar o site oficial e se inscrever na lista para, quem sabe, tentar receber um convite.

Além do fato da venda ser feita através de convites, a empresa não opera oficialmente no Brasil. Com isso, apesar de maravilhoso, haverá uma dificuldade grande para brasileiros adquirirem o aparelho — a não ser que conheçam amigos ou parentes que morem nos Estados Unidos para facilitar todo o processo.

Via Techradar, OnePlus e GSM Arena.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.