Teste mostra que iPhone é mais lento do que Galaxy e Pixel para fazer downloads

Por Wagner Wakka | 23 de Julho de 2018 às 20h35
photo_camera Indian Express
TUDO SOBRE

Apple

Novos testes de velocidade de download de internet mostram que últimos modelos do iPhone, incluindo o mais recente X, ficam atrás de seus concorrentes da Samsung e até dos da Google. Os dados foram coletados pela empresa Ookla LLC, responsável por programas de cálculo de velocidade e qualidade de rede, como o Speedtest. Foram levados em conta testes de aparelhos como Galaxy S9, iPhone X e Pixel 2

Segundo as informações levantadas pela empresa e apresentadas pela Bloomberg, o Samsung Galaxy S9 teve melhor desempenho com velocidade média de download de 38,9 Mbps, tendo em base 102 mil conexões nos últimos 3 meses.

No segundo lugar, está o Galaxy S9 Plus com o total de 38,4 Mbps entre 169 mil conexões analisadas. Em comparação, foram registrados em 603 mil testes uma velocidade de download de 29,7 Mbps para o iPhone X; 28,6 Mbps para o iPhone 8 Plus; e 29,4 Mbps para o iPhone 8.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Já para os produtos da Google, o Pixel 2 XL bateu a marca de 33,9 Mbps contra 34,4 Mbps do Pixel 2.

Samsung e Google aparecem com melhores números (Gráfico: Wagner Wakka/Canaltech)

Mas o que muda com a velocidade de download? Isso define o quão rápido o aparelho consegue baixar dados necessários para executar uma função na internet. Isso pode ser quase que imperceptível em downloads de fotos, páginas web ou mesmo na utilização de mensageiros e rede social, no entanto.

Ainda assim, para a utilização de ações mais robustas e que requerem mais velocidade, a diferença se torna clara. Em exemplos, pode-se citar jogos online (como Fornite e PUBG Mobile), conversas em vídeo e até mesmo utilização de serviços em nuvem.

Os dados coletados pela Ookla LLC são disponibilizados pelos usuários, garantindo certa isenção em relação às marcas citadas. Vale lembrar ainda que estes dados podem variar de acordo com a qualidade do provedor de internet para o aparelho. Por isso, este estudo trabalha com médias de velocidade.

Fonte: Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.