Telas OLED podem estar em todos os iPhones em 2018

Por Redação | 06 de Julho de 2017 às 11h02

As telas OLED devem se tornar o padrão para as próximas gerações de iPhone. Pelo menos, é para isso que apontam novos rumores sobre os próximos lançamentos da Apple. Ao que tudo indica, a partir de 2018, todos os modelos lançados pela empresa passarão a contar com essa tecnologia de displays.

Os boatos corroboram alguns dos rumores correntes sobre a geração de aparelhos que deve chegar ainda neste ano. Eles falam, por exemplo, da ideia de trabalhar com três variações – neste ano, apenas uma teria display OLED. A partir de 2018, na medida em que os fornecedores expandem suas linhas de produção para abraçar a tecnologia e a oferta seja adequada, essa novidade passará a ser parte integrante da marca.

As informações são do jornal econômico Nikkei, que cita fontes ligadas ao processo de fabricação e planejamento de aparelhos da Apple, e mostram, ainda, um desejo de se livrar rapidamente da atual oferta de modelos com tela LCD. Neste ano, por exemplo, os rumores apontam para três versões – o iPhone OLED e updates aos atuais modelos 7 e 7 Plus. Ambos, entretanto, somente seriam vendidos até o início de 2019, enquanto a edição “premium” permaneceria por mais tempo.

É uma medida que combina com outras informações publicadas recentemente, como o gigantesco investimento que a Samsung está fazendo em suas linhas de produção de displays OLED. A companhia sul-coreana prevê uma intensificação na demanda por essa tecnologia, justamente a partir do ano que vem, e tem a Apple como uma de suas principais clientes.

A Maçã também estaria trabalhando junto à LG na expansão de unidades de produção de telas OLED, bem como conversando com outros fornecedores asiáticos para que possa ter diversas fontes de displays desse tipo. Como sempre, a expectativa é de grandes vendas para os produtos, com Cupertino simplesmente não podendo correr o risco de ficar sem matéria-prima.

De forma a fazer isso, a empresa norte-americana estaria segmentando a produção de aparelhos pela primeira vez, como forma de facilitar o processo. Os modelos menores de iPhone, com telas supostamente de 5,2 polegadas, seriam produzidos com componentes somente da Samsung, enquanto a LG e outras fabricantes seriam as fornecedoras das telas para as versões maiores.

Os planos da Apple, claro, podem acabar sendo adiados também por esse motivo. Componentes do tipo são caros, mas ela tem dinheiro no bolso. Entretanto, a demora e complexidade em sua fabricação não são exatamente elementos que são resolvidos com notas de dólar, e sendo assim, a adoção permanente do OLED como tecnologia de display pode acabar sendo adiada por mais um ano ou dois.

A Maçã, claro, não comentou os boatos sobre o iPhone 9 – a empresa não fala nem mesmo sobre os vindouros aparelhos deste ano, como sempre, deixando para fazer seus anúncios em apresentações próprias. A expectativa é de que os rumores sejam confirmados, ou não, nos próximos meses, quando a companhia realiza evento para revelar sua nova família de smartphones.

Fontes: Nikkei, 9to5 Mac

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.