Smartphones da Apple caem mais de 50% no mercado brasileiro

Por Redação | 17.03.2017 às 18:30
photo_camera DepositPhotos/ifeelstock

Parece que a Apple não tem muitos motivos para comemorar no mercado brasileiro. Um estudo que levantou informações sobre o mercado de celulares no Brasil apontou que a empresa da maçã perdeu mais da metade de seu público no país.

De acordo com a consultoria de mercado Counterpoint, a Apple caiu de uma participação de 8,3% entre os consumidores brasileiros para apenas 3,8% durante 2016.

Segundo a firma de consultoria, a queda da maçã tem a ver com os altos preços de seus aparelhos - por exemplo, o iPhone 7 chegou nas lojas ano passado custando a partir de R$ 3,5 mil em sua versão mais simples.

Para a Counterpoint, o preço altamente exclusivo dos iPhones deram mais chance para o Android e fabricantes que apostaram em aparelhos com recursos mais premium, mas que se inseriram em faixas mais acessíveis de preço. A Samsung registrou crescimento no período, graças a modelos intermediários e de entrada, como suas linha A e J. Ficando com o primeiro lugar em market share no país, com 45%. A Lenovo/Motorola manteve a vice-liderança com 12,9%, mesmo percentual que teve em 2015.

Mesmo assim, em linhas gerais, o mercado de smartphone sofreu queda em 2016, conforme observou a Counterpoint. Durante 2016, o mercado de smartphones teve uma queda de 16% em vendas em relação ao ano anterior. Entretanto, no último trimestre ele teve uma recuperação, vendendo 15% a mais do que o mesmo período em 2015. Além disso, a venda de aparelhos 4G teve um crescimento sensível no ano, com 53%.

Fonte: Folha de São Paulo