Seu smartphone está ficando mais lento com o tempo? Saiba os motivos

Por Patrícia Gnipper

Se você não é daquelas pessoas que trocam de smartphone a cada seis meses, certamente já reparou que esses dispositivos costumam ficar mais lentos com o passar do tempo. E isso acontece com praticamente qualquer aparelho, tanto faz de qual marca seja e qual o seu sistema operacional.

Há algumas razões para explicar esse problema, que acaba nos levando a trocar de smartphone com uma frequência maior do que gostaríamos. Vamos, então, explicar algumas razões pelas quais os aparelhos perdem performance com o tempo, e o que você pode fazer para amenizar esse transtorno.

Atualizações do sistema operacional

Ao comprar um smartphone ou tablet, ele sempre vem com o sistema operacional instalado de fábrica, normalmente com a versão mais recente suportada pelo aparelho. Mas novas atualizações e versões costumam ser lançadas anualmente, e, muitas vezes, o dispositivo consegue acomodá-las tranquilamente. No entanto, seu hardware pode “chorar” um pouco por causa disso.

Sim, cada nova atualização do sistema acaba exigindo um pouco mais da capacidade do hardware e, com isso, vem a lentidão. Mas isso significa que não se deve instalar uma versão nova do sistema, mesmo que o aparelho seja listado como compatível? Não necessariamente. O recomendado, aqui, é dar uma estudada sobre a capacidade de seu processador, chip gráfico e memória RAM para saber se o sistema atualizado funcionará com perfeição antes de aceitar o download.

Atualizações de aplicativos

Da mesma forma que acontece com os SOs, os aplicativos também estão em constante atualização. Correções de bugs e melhorias de performance são cotidianas, mas os apps também costumam trazer novos recursos que os deixam mais “pesados”. Sendo assim, com o passar do tempo e com o decorrer de diversas atualizações, eles acabam consumindo mais memória do aparelho, deixando-o mais lento.

Caso seu dispositivo esteja mesmo muito lento, vale a pena conferir o quanto de espaço e memória seus apps estão consumindo no dispositivo, e, talvez, fazer um downgrade para versões mais antigas desses aplicativos e aliviar um pouco o trabalho do seu smartphone. Também vale a pena conferir se você usa mesmo todos os apps instalados e excluir aqueles que estão servindo como enfeite.

Aps que rodam no background

Outro motivo que justifica a lentidão de um smartphone são aqueles aplicativos que continuam rodando mesmo quando você não está utilizando eles. E você acha que são poucos? Confira quem são os workaholics nas configurações do aparelho. E-mails, mensageiros e apps que estão sempre monitorando sua geolocalização costumam ser os vilões do consumo de RAM, bem como papéis de parede animados e widgets que estão sempre ativos.

Degradação da memória

Os chips de memória para dispositivos móveis costumam ser do tipo NAND, que é veloz e de baixo custo, mas apresenta performance reduzida à medida em que está “no talo”. Essas memórias precisam ter uma folga para continuar operando perfeitamente e, quando o aparelho está tão cheio e rodando tantas aplicações ao mesmo tempo, é como se a memória falasse “peraí, vai com calma”.

Outra razão para que as memórias fiquem mais preguiçosas com o tempo é que as do tipo NAND têm uma espécie de data de validade obscura. Seja a NAND do tipo SLC, MLC ou TLC, ela tem um ciclo limitado de capacidade. Quando atinge esse limite, suas células se esgotam e acabam funcionando mais lentamente.

O que fazer? É recomendado que você nunca deixe seu smartphone rodar muita coisa a ponto de atingir 75% da capacidade. Mas, no caso da degradação física do chip, não há muito o que fazer além de trocar de celular quando a coisa estiver insustentável.

Expectativas elevadas

Outro motivo pelo qual você pode estar achando que seu smartphone está lento são as expectativas. Sabe quando o celular já começa a ficar obsoleto, e você compara sua performance com a dos aparelhos lançados mais recentemente depois de usar o celular de um amigo? Então, isso pode dar a impressão de que o seu dispositivo está muito mais lento do que realmente está, tudo por conta da sua mente.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.