Selo vai indicar o impacto ambiental de celulares produzidos no Brasil

Por Redação | 11 de Outubro de 2016 às 17h07

A partir deste mês, os celulares comercializados pela operadora Vivo vão começar a receber um selo que classifica o impacto ambiental causado no processo de produção dos aparelhos no país. O indicador é parecido com os já conhecidos selos para eletrodomésticos, no entanto esta é uma versão mais completa, pois especifica muito mais do que apenas o gasto de energia.

A novidade é uma boa forma de avaliar se uma fabricante é ecologicamente correta na produção dos seus gadgets. Por enquanto, Alcatel, LG, Samsung e Sony são as primeiras a aderir à classificação. A partir de outubro, os seguintes modelos serão comercializados com o selo no site da operadora e nas lojas físicas:

  • Sony Xperia XA
  • Sony Xperia XA Ultra
  • Alcatel POP4 5”
  • LG K10
  • LG K4
  • Samsung Galaxy J5
  • Galaxy J1Mini 4G Duos
  • Galaxy J2 4G Duos
  • Galaxy J1 2016
  • Galaxy A5
  • Alcatel PIXI4 3.5” (com selo exclusivamente para o mercado corporativo)

Esses modelos apresentaram notas entre 2,5 e 3,7 – em uma escala de 0 a 5, sendo 5 a maior pontuação para um aparelho sustentável. O selo na embalagem do celular irá indicar qual foi a nota obtida por ele e ainda contará com uma explicação sobre qual é o impacto dessa nota na escala de sustentabilidade.

Para chegar nessas notas, a Vivo trabalhou em parceria com a ONG britânica Forum for the Future, que ajuda a criar padrões de sustentabilidade para a indústria, para desenvolver uma metodologia eficaz. Mais de 100 critérios são analisados para classificar o impacto ambiental causado por um celular.

Questões como quantidade de recursos usados na embalagem, reciclagem do aparelho, esgotamento de matéria-prima, indicadores de aquecimento global, economia de energia, tempo de carregamento do aparelho e quantidade de energia consumida são apenas alguns exemplos de critérios de avaliação.

A operadora é a primeira da América Latina a implementar o chamado Eco Rating, e a ideia é que os consumidores façam uma compra mais consciente e saibam exatamente o que estão levando para casa.

Com informações da Revista Exame

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.