Samsung segue os passos da Apple e registra patente de reconhecimento facial 3D

Por Eduardo Hayashi | 05 de Julho de 2018 às 10h42
CNET
Tudo sobre

Samsung

Enquanto a Apple estava se concentrando em melhorias de sua tecnologia de reconhecimento facial, a Samsung apostou em tecnologias de biometria em um caminho diferente, oferecendo a função de desbloqueio de aparelhos por meio da leitura de íris. No entanto, parece que os planos da fabricante sul-coreana mudaram de direção, indo para um caminho que se aproxima mais da gigante de Cupertino.

Conforme noticiou o CNET, uma nova patente registrada recentemente pela Samsung envolve uma tecnologia de reconhecimento facial 3D via sensor infravermelho, em uma proposta semelhante ao Face ID presente no iPhone X.

Apesar de a Apple ter saído na frente em termos de função de reconhecimento facial, o documento da patente evidencia que a Samsung estaria trabalhando no desenvolvimento de sua própria tecnologia há um bom tempo, considerando que todo o processo de testes geralmente são iniciados muito antes do registro da patente em si, com o possível objetivo de melhorar ainda mais as funções de biometria para que elas possam ser utilizadas futuramente nos produtos da companhia.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Esquema gráfico da patente explica como a tecnologia de reconhecimento facial 3D funcionará (Imagem: PatentlyApple)

Embora algumas características do sistema sejam similiares ao Face ID, a patente não menciona apenas o reconhecimento facial 3D, incluindo também funções de rastreamento de olhos, detecção de movimento e modo de visão noturna, sendo este último item referente à capacidade de tirar fotos em ambientes com pouca iluminação.

O funcionamento da nova patente consiste na adição de dois novos componentes de hardware aos elementos já presentes em smarphones da marca, consistindo em um dispositivo de luz infravermelha próximo à câmera biométrica e dois módulos resposáveis por processar todas as informações captadas pelo aparelho. Além disso, a câmera frontal também deve ser utilizada para fornecer ao sistema dados sobre os olhos da pessoa para garantir o reconhecimento preciso do rosto do usuário, mesmo em situações adversas.

Ainda que exista a chance de a Samsung estrear esta nova tecnologia em seu novo Galaxy Note 9, a companhia ainda não forneceu nenhuma informação que corrobore com esta possibilidade. O mais provável é que o reconhecimento facial 3D da Samsung seja utilizado primeiramente no flagship Galaxy S10, que deve chegar ao mercado somente em 2019.

Fonte: CNETPatently Apple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.