Rumor | Apple usará chipset de 5 nanômetros no iPhone em 2020

Por Felipe Ribeiro | 22 de Fevereiro de 2019 às 13h12
9to5Mac
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Cerca de uma semana atrás, surgiram relatos de que o chip A13 destinado aos iPhones deste ano continuará a ser fabricado no mesmo tamanho do A12, com 7 nanômetros. Porém, segundo o Digitimes, haverá um downsizing para o iPhone de 2020. O site diz que a TSMC deve garantir os primeiros pedidos de chipsets de 5nm da Apple já no próximo ano.

O tamanho de fabricação não está diretamente ligado ao desempenho, mas intervalos menores entre os transistores geralmente significam melhor eficiência energética e economia de para mais transistores na mesma área, o que resulta em ganhos de performance. A Apple fez um grande negócio sobre a A12 no ano passado, com a empresa sendo a primeira (e até agora, uma das poucas) a distribuir chipsets produzidos no processo de 7nm.

Os chips A12 dos iPhone XR, XS e XS Max e o A12X do iPad Pro excede em muito a concorrência nos testes de desempenho. Prova disso é que os aparelhos ainda resistem aos topo de linha lançados com Android, pelo menos no que diz respeito a pontuações de benchmarks sintéticos.

Enquanto o A13 continuará a usar o processo de 7nm, a TSMC adotará a litografia ultravioleta extrema (EUV) pela primeira vez. O EUV permite que padrões microscópicos mais complexos sejam colocados em chips. Para as primeiras execuções, a TSMC usará o EUV nas quatro camadas mais importantes dos chips. Ainda este ano, ela planeja realizar a fabricação de EUV em até 14 camadas. Considerando os cronogramas de aumento da cadeia de suprimentos da Apple, espera-se que o A13 seja fabricado usando a abordagem mais conservadora.

Fonte: 9to5Mac, Digitimes

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.