Apple fatura mais de US$ 80 bilhões em trimestre recorde graças ao iPhone 12

Apple fatura mais de US$ 80 bilhões em trimestre recorde graças ao iPhone 12

Por Victor Carvalho | Editado por Wallace Moté | 28 de Julho de 2021 às 16h23
Apple

A Apple divulgou esta semana os resultados financeiros do terceiro trimestre do ano fiscal de 2021 destacando a receita recorde de US$ 81,4 bilhões para o período, com os iPhones representando quase 50% das vendas.

Representando um aumento de 36% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, as vendas entre os meses de abril, maio e junho de 2021 representam um ganho em todos os segmentos de produtos, incluindo os já citados iPhones com US$ 39,6 bilhões dos US$ 81,4 bi.

Venda de iPhones foi responsável por quase 50% da receita da Apple entre abril e junho (Imagem: Reprodução/Apple)

Outro destaque fica para a divisão de serviços com 33% de aumento e receita de US$ 17,5 bilhões. O grupo de "vestíveis, casa e acessórios" da Apple, que compreende dispositivos como HomePod mini, AirTag, AirPods e outros, também tiveram um aumento significativo com 36% em relação ao ano anterior.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A divisão de Mac também apresentou grandes números em comparação com o ano anterior, possivelmente graças ao novo iMac com M1, totalizando um crescimento de 16% e registrando US$ 8,2 bilhões em vendas. Já o iPad teve um aumento mais tímido de "apenas" 12% e receita de US$ 7,4 bilhões.

Anúncio do AirTag, iMac e iPad Pro teve grande importância no desempenho de vendas deste último trimestre (Imagem: Reprodução/Apple)

O CEO Tim Cook destacou que as vendas da Apple na América Latina e Índia aumentaram, com o executivo citando o Brasil durante a conferência ao afirmar o desempenho recorde no trimestre de junho e sugerindo que o iPhone SE tenha impulsionado as vendas nesses mercados graças ao seu valor mais baixo.

Com o anúncio da nova linha iPhone 13 em setembro e a previsão de lançamento de um novo iPhone SE em 2022, é esperado que o excelente desempenho de vendas da Apple não diminua tão cedo, e a coloque novamente na segunda posição global do mercado de smartphones.

Fonte: Apple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.