Qualcomm e Tencent firmam acordo para otimizar jogos e criar um smartphone 5G

Por Felipe Ribeiro | 30 de Julho de 2019 às 11h42

O setor de games mobile teve uma grande notícia nesta segunda-feira (29). A Qualcomm e a Tencent firmaram um acordo de cooperação que engloba a possibilidade de otimizar os jogos da empresa chinesa em aparelhos com os chipsets da norte-americana, além da ideia de, no futuro, criar um smartphone gamer compatível com o 5G.

A Qualcomm é a maior fornecedora de chips para telefones celulares do mundo e está presente em muitos aparelhos Android. Com uma capitalização de mercado de cerca de US$ 453 bilhões (R$ 1,7 trilhão) a Tencent é a maior empresa de software móvel da China e é dona do WeChat, além de ser um dos maiores players da indústria dos games.

Pelo acordo, os futuros jogos da Tencent poderão ser "otimizados" para telefones Android que vêm equipados com chips de jogos Snapdragon Elite da Qualcomm. Também vale lembrar que, no início de julho, a Tencent fez parceria com a divisão de dispositivos de jogos da ASUS, a Republic of Games, para o lançamento do ROG Phone II, que estreará o novo Snapdragon 855+.

A Tencent e a Qualcomm também planejam desenvolver em conjunto um smartphone 5G, o que poderia ajudar a reforçar os planos da chinesa de um serviço de streaming para games. As velocidades proporcionadas pela nova geração de conexão mobile podem permitir a transmissão de jogos mais complexos para esse tipo de dispositivo.

"Os jogos para celulares são um importante caso de uso de 5G e logo se aproveitarão da próxima geração de conectividade", disse Frank Meng, presidente da Qualcomm China, em comunicado. "Velocidades mais rápidas, mais largura de banda e latência ultrabaixa suportarão a experiência de jogo em tempo real, multiplayer e imersiva", complementou o executivo.

A Tencent está trabalhando em um serviço de back-end baseado em nuvem chamado Instant Play, que os desenvolvedores poderiam usar para gerar streaming de jogos. A Microsoft, por sua vez, está oferecendo um serviço semelhante em seu serviço de computação em nuvem Azure. Por mais que haja essa movimentação entre a giganre chinesa, ela não revelou se está trabalhando em um Instant Play para o consumidor final.

O acordo de cooperação também pode incluir o aprimoramento de jogos para notebooks dos EUA equipados com processadores da Qualcomm e conectados à Internet via 5G, ao invés de chips Wi-Fi mais tradicionais.

Fonte: VentureBeat

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.