Processador de imagens do Pixel 2 agora está disponível para apps de terceiros

Por Redação | 06 de Fevereiro de 2018 às 11h54
Swedroid

A Google anunciou nesta segunda-feira (5) que o Visual Core, processador de imagens para o smartphone Pixel 2, finalmente poderá ser utilizado por aplicativos de terceiros.

Inicialmente, o Visual Core funcionava apenas com a própria câmera do Pixel e para aplicativos da Google. O processador garante fotos em HDR+ utilizando fotografia computacional e o aprendizado de máquina para incrementar a qualidade de uma foto.

A tecnologia, agora, está disponível oficialmente para o Facebook, Instagram, WhatsApp e Snapchat, ficando também aberto a desenvolvedores de qualquer app de foto que não seja da Google.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A demora para a disponibilização, como explica Ofer Shacham, engenheiro sênior de software da Google, aconteceu porque a empresa queria ter certeza de que a tecnologia funcionaria corretamente.

"Queríamos trabalhar com nossos parceiros e não surpreendê-los. Queríamos ter certeza de que aprimoramos em todos os aspectos, não só na qualidade de imagem como também no desempenho e força", conta Shacham.

O acesso ao Visual Core para os aplicativos de terceiros começará a ser disponibilizado nos próximos dias, dentro da atualização mensal de software, e não há informações se o recurso deve chegar para smartphones que não sejam o Pixel.

Veja a diferença de uma foto normal (esquerda) com uma processada pelo Visual Core (direta):

Realidade aumentada

A Google também anunciou outra novidade que deve chegar aos smartphones Pixel ainda neste mês de fevereiro. Segundo a companhia, adesivos animados de realidade aumentada com o tema "esportes de inverno" devem chegar em breve aos aparelhos.

Os stickers poderão ser inseridos nas fotos como se os personagens estivessem mesmo lá. A coleção inclui patinadores de gelo, esquiadores, jogadores de hóquei, entre outros. Ainda é possível editar o tamanho dos adesivos para que eles se encaixem no cenário.

Fonte: Blog da Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.