Por menos de US$ 200, Redmi Note 4 é o novo smartphone da Xiaomi

Por Redação | 25 de Agosto de 2016 às 10h13

Depois de um teaser que não mostrava muita coisa, a Xiaomi decidiu acabar com o mistério e finalmente revelou sua nova geração de smartphones. Durante um evento realizado nesta quinta-feira (25), a empresa chinesa oficializou o anúncio do Redmi Note 4, aparelho que há tempos vinha sendo alvo de rumores e especulações e que, a partir de agora, passa a ser uma certeza. E ele chega sem grandes surpresas, já que sua configuração é exatamente aquilo que os boatos já davam como certo.

O destaque mesmo fica por conta de seu design, que ainda não havia vazado. O aparelho chega às lojas com uma tela de 5,5 polegadas com resolução Full HD (1.920 x 1.080) e estrutura toda metalizada, o que garante um visual bastante arrojado e tão bonito quanto os principais modelos do mercado. Além disso, ele traz a chamada tela 2.5D, que conta com uma leve curvatura nas extremidades que complementa essa aparência mais descolada proposta pela fabricante.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Leia também: Xiaomi libera teaser de anúncio do Redmi 4 e Redmi 4 Note

Em termos de especificação, o Redmi Note 4 é exatamente aquilo que todo mundo já imaginava. Ele conta com um processador de dez núcleos MediaTek Helio X20 capaz de rodar a 2,1 GHz — algo realmente impressionante, sejamos sinceros. Além disso, ele conta com uma câmera principal de 13 megapixels com abertura de f2.0, o que garante mais sensibilidade e facilita a captura de imagens em ambientes de baixa iluminação. O curioso é que a fabricante não informou a resolução da câmera frontal e tampouco a quantidade de memória RAM do smartphone, algo pouco comum em anúncios desse porte.

Redmi Note 4

Redmi Note 4 chega às lojas chinesas nesta sexta-feira (26) com visual arrojado e por menos de US$ 200

Em compensação, a Xiaomi revelou que o novo Redmi Note traz uma tecnologia ultrarrápida de leitura de impressões digitais e uma bandeja híbrida de SIM com armazenamento, permitindo que o usuário coloque ali um cartão microSD para expandir a memória do aparelho para até 128 GB. De fábrica, o smartphone virá com opções de 16 GB e 64 GB. E, confirmando aquilo que todo mundo já sabia, ele contará com uma bateria bastante poderosa de 4.100 mAh, o que evita ter de ficar correndo a todo o instante em busca de uma tomada. Por outro lado, pelas imagens mostrados pela empresa, ele conta com uma entrada microUSB padrão ao invés de trazer o USB-C que todos esperavam.

De acordo com a fabricante, o Redmi Note 4 chega às lojas chinesas já nesta sexta-feira (26) nas cores prata, ouro e cinza escuro. Os preços variam de algo próximo a US$ 135 para o modelo de 16 GB e US$ 180 para quem optar pela versão com 64 GB de armazenamento — entre R$ 435 e R$ 580 na cotação atual. Para um aparelho com configurações tão interessantes, o preço é realmente um enorme diferencial. Contudo, como a Xiaomi saiu do Brasil, dificilmente veremos esses modelos chegando por aqui, pelo menos por vias oficiais. Além disso, a companhia também não comentou nada sobre um possível lançamento internacional.

Fonte: Android Police

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.