Passageiros são detidos com 30 iPhones 7 presos ao corpo no Galeão (RJ)

Por Redação | 06 de Outubro de 2016 às 19h13

É sempre a mesma história: quando um smartphone de peso é lançado nos Estados Unidos, o Brasil fica de fora da primeira leva de países a receber o aparelho, e isso gera uma nova leva de contrabando a cada lançamento. E nesta semana, a Receita Federal conseguiu interceptar mais uma tentativa ilegal de transporte de smartphones pelo mercado negro.

Quatro passageiros recém chegados dos EUA foram presos em flagrante nesta terça-feira (4), no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro. Ao todo, os contrabandistas estavam com 30 modelos de iPhones 7 e 7 Plus amarrados pelo corpo, em uma tentativa de passarem desapercebidos pelas aduanas. Os aparelhos, aliás, eram de diversas cores e com diferentes espaços de armazenamento.

iphones contrabandeados

Foto: Divulgação/Receita Federal

A investigação começou quando uma equipe da Alfândega desconfiou de um viajante e o monitorou por duas semanas, em um trabalho de inteligência e gerenciamento de risco. Após acompanhá-lo pelas esteiras de bagagem, os agentes identificaram mais três criminosos no processo.

Cada um deles levava consigo apenas uma mala, onde estavam as caixas dos telefones com os respectivos fones de ouvido, cabos e carregadores. Os smartphones apreendidos foram avaliados em R$ 100 mil.

iphones contrabandeados

Foto: Divulgação/Receita Federal

Após a detenção dos contrabandistas, os telefones serão encaminhados para o processo de perdimento para que seja decidido o seu destino. Se os aparelhos forem piratas, serão destruídos, mas se forem originais, poderão ser leiloados, doados ou até mesmo incorporados ao trabalho da Receita Federal.

Via O Globo