Multa por falar ao celular enquanto dirige é reajustada e pode chegar a R$ 300

Por Redação | 01 de Novembro de 2016 às 11h54
photo_camera New York Daily News

A partir desta terça-feira, 1º, as multas de trânsito vão ficar mais pesadas, principalmente para quem usa o celular enquanto dirige. Falar ao celular já é proibido, mas agora, segurar ou manusear o telefone já será uma infração gravíssima, com perda de sete pontos na carteira do motorista infrator.

Por isso, a multa vai ser reajustada e sobe de R$ 85,13 para R$ 130,16 para todos os motoristas que falam no celular enquanto dirigem. Para aqueles que largam o volante para usar o aparelho, o valor é ainda maior e chega a R$ 293,47.

Outra infração, que de grave passa a ser gravíssima, é estacionar o carro em vagas reservadas para idosos ou deficientes. Já o motorista que for flagrado dirigindo alcoolizado ou se recusar a fazer o teste do bafômetro vai pagar um preço alto. A multa pela infração gravíssima será multiplicada por 10: quase R$ 3 mil.

Nas estradas, ultrapassagem perigosa como pelo acostamento também será combatida no bolso do motorista com mais rigor: é multa de infração gravíssima multiplicada por cinco, totalizando R$ 1,4 mil.

O Departamento Nacional de Trânsito afirma que a intenção dos reajustes não é aumentar a arrecadação. “Respeitar as regras de trânsito é uma questão de respeitar o próximo. É uma questão de cidadania. Quando o indivíduo não respeita por opção própria, as multas mais caras vêm para forçá-lo”, diz Francisco Garonce, coordenador de qualificação do Denatran.

Fonte: G1

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.