Mercado mundial de smartphones encolherá em 2015

Por Redação | 27.05.2015 às 08:31

O mercado mundial de smartphones vai continuar com um crescimento lento em 2015. A notícia foi dada por analistas da empresa de consultoria IDC, que disseram que os embarques globais de telefones inteligentes vão crescer apenas 11,3% este ano, enquanto no ano anterior esse crescimento foi de 27,6%.

A queda nos números pode ser parcialmente atribuída à saturação do mercado chinês; este ano será o primeiro em que o crescimento do mercado de smartphones no país (2,5%) será mais lento do que o mercado mundial.

Apesar de ainda ser o maior mercado de smartphones do mundo, a China já não é mais a mesma: as vendas de smartphones na região diminuíram pela primeira vez em nove anos no mês de maio. Durante o primeiro trimestre de 2015, 98,8 milhões de smartphones foram enviados, uma queda de 4% na comparação anual, e 8% em relação ao trimestre anterior.

Muitas vezes a China ainda é citada como um mercado emergente, mas a verdade é que o país possui semelhanças com mercados mais maduros, como Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, e Japão. Em outras palavras, os fornecedores de smartphones agora precisam convencer os atuais proprietários chineses de smartphones a atualizar os seus dispositivos e isso é mais difícil do que converter compradores de primeira viagem.

Android e iOS

O relatório aponta ainda que essa desaceleração na China também terá impacto sobre o crescimento do Android, com a plataforma móvel do Google apresentando um crescimento de apenas 8,5% no país em 2015.

"Isso tem implicações para o Android porque a China tem sido um mercado crítico para as vendas de smartphones com o sistema operacional nos últimos anos, representando 36% do volume total em 2014", disse Ryan Reith, diretor da IDC. "À medida que os OEMs (Fabricantes Originais do Equipamento) chineses mudam o seu foco do mercado interno para os mercados de alto crescimento, eles terão de enfrentar uma série de desafios, incluindo a concorrência de marcar 'locais'", completou.

A Apple enfrentou uma situação semelhante entre 2012 e 2014, quando as suas próprias taxas anuais foram ligeiramente mais baixas do que os números atingidos pelo mercado mundial. A empresa da Maçã conseguiu dar a volta por cima quando começou a oferecer smartphones com telas maiores, aumentando assim o seu volume de vendas. A empresa também conseguiu convencer muitos usuários de Android a voltar para o iOS após deixá-lo de lado. Este ano, a IDC espera que a venda de iPhones cresça 23%, mantendo-se acima das taxas de crescimento do mercado em todo o mundo.

Vendas de smartphones

Situação mundial

Enquanto o crescimento mundial, e particularmente da China, estão abrandando este ano, os analistas acreditam que uma série de mercados apresente um crescimento robusto neste e nos próximos anos. De acordo com a IDC, Índia, Indonésia, Oriente Médio (a maioria dos países, mesmo os mais instáveis como o Paquistão) e África do Sul devem ser os mercados com maior crescimento em termos de volume de venda.

A América Latina também tem alto potencial de crescimento, mas a variação da situação econômica da região afeta as previsões. O Brasil, por exemplo, já começou a apresentar uma queda na velocidade de crescimento da venda de telefones inteligentes.

Via TechCrunch