Lojas chinesas encontraram um modo de expandir memória interna do iPhone

Por Redação | 05 de Novembro de 2015 às 10h40

Não há problema no mundo que os chineses não consigam dar um jeitinho de driblar e fazer do jeito deles. Inclusive o milagre de fazer com que seu iPhone tenha mais espaço. Afinal, quem nunca xingou a Apple quando aqueles 16 GB de armazenamento do aparelho sumiram da noite para o dia? Todo mundo sempre quis alguns giga a mais para armazenar aquela foto ou vídeo ou mesmo para baixar só mais uma música ou aplicativo. Pois a China encontrou a solução.

O que algumas lojas do país estão fazendo é explorar uma pequena falha do iOS para instalar um pequeno chip NAND e ampliar a memória interna do dispositivo. Para isso, eles abrem o seu smartphone, aquecem a placa-mãe para retirar o componente original e o substituem por uma versão com mais espaço. O procedimento todo leva em torno de uma hora para ser finalizado e custa entre US$ 70 e US$ 90 — ou seja, algo entre R$ 265 e R$ 340 na cotação atual.

Segundo relatos vindos da China, o truque funciona muito mais no iPhone 6 do que em aparelhos mais recentes da Apple, mas isso não quer dizer que eles sejam impossíveis de serem driblados. Tanto que algumas lojas de informática do país oferecem o mesmo serviço também para iPads. A única dúvida fica por conta da segurança. Afinal, você teria coragem de deixar seu iPhone ou iPad na mão de um técnico que está claramente fazendo algo ilegal? E se ele sumir com seu dispositivo?

PECHINCHAS, CUPONS, COISAS GRÁTIS? Participe do nosso GRUPO DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

iPhone china

De qualquer forma, essa parece ser uma preocupação que não afeta os chineses, que seguem apostando nessa gambiarra para aumentar o armazenamento de seus aparelhos. Segundo a loja que descobriu o macete, já foram realizadas mais de 70 "operações" e todas elas com sucesso. E a pergunta é: até quando?

Como dito, tudo se baseia numa falha do iOS em conjunto com uma alteração no próprio hardware. Isso significa que a Apple pode dar um jeito de acabar com a brincadeira e eliminar a falha que está possibilitando a expansão. Mais do que isso, essa correção pode até inutilizar os iPhones modificados caso o sistema reconheça uma alteração indevida. Assim, antes que a técnica se espalhe pelo mundo, pense duas vezes antes de correr até aquele técnico escondido em um corredor prometendo um milagre.

Fonte: BGR, CNFOL

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.