LG estaria com dificuldades no fornecimento de telas OLED para Apple

Por Felipe Demartini | 20 de Abril de 2018 às 13h25
TUDO SOBRE

LG

Os planos da Apple de reduzir sua dependência da Samsung quando o assunto são as telas OLED parece não estar indo tão bem quanto os executivos de Cupertino gostariam. Novas informações extra-oficiais indicam que a LG estaria enfrentando diversos problemas para cumprir seu papel como fornecedora, algo que estaria deixando a parceira bastante preocupada.

A empresa teria sido a escolhida para expandir o potencial de fabricação de displays OLED e, entre outros objetivos, baixar os custos de produção e, possivelmente, venda de novas gerações do iPhone X. O problema é que os produtos fornecidos pela LG estariam aquém da qualidade esperada pela Apple, uma repetição de problemas que já foram enfrentados pela própria companhia coreana com o V30, seu smartphone de topo de linha que também usa essa tecnologia de tela.

Tais questões teriam levado executivos da Apple a, até mesmo, questionar o sucesso da parceria e a permanência da LG como fornecedora secundária de telas para o iPhone X. É mais um indício de turbulência em uma linha de aparelhos que, conforme os rumores, já nasceu problemática, com um ritmo de produção abaixo do esperado e problemas no funcionamento de recursos que teriam levado à disponibilização de poucas unidades nas lojas e uma queda nas vendas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Enquanto isso, a Samsung permaneceria como principal parceira da Apple nessa empreitada, o que constitui uma situação bastante perigosa por diferentes motivos. Nada pode dar errado e esse tipo de dependência poderia gerar graves problemas para a Maçã caso a marca não seja capaz de entregar o esperado. Ao mesmo tempo, a parceira é também rival no mercado de smartphones e pode não apenas privilegiar os próprios aparelhos em detrimento de outros, como também manipular preços para dificultar as coisas para a concorrência.

São informações que podem colocar em risco até mesmo os supostos planos da companhia para esse ano. Os rumores apontam que, em vez de uma nova iteração do iPhone X, a Apple investiria em três modelos do smartphone neste ano – dois mais convencionais, uma evolução daquilo que já conhecemos, e um terceiro de ponta, mantendo a unidade do design mas investindo nos recursos já vistos na versão que seria “comemorativa”, como a tecnologia Face ID e o display que toma conta de toda a parte frontal.

Mas isso, claro, dependeria da disponibilidade de telas OLED, uma tecnologia que já está se tornando a nova onda no mundo dos televisores – um setor no qual a LG, inclusive, é a líder – mas ainda apresenta desafios para o mundo mobile. São problemas que acontecem nos bastidores e que, apesar de dificilmente revelados ao público, acabam influenciando diretamente no fluxo de inovação nas prateleiras.

Nada disso, contudo, está confirmado. As informações sobre as mudanças na abordagem da Apple quanto à linha 2018 de iPhones ainda não foram confirmadas, com isso acontecendo, somente, quando um anúncio oficial acontecer, no segundo semestre.

Fonte: The Wall Street Journal

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.