Justiça conclui que Samsung não é obrigada a atualizar smartphones antigos

Por Natalie Rosa | 31 de Maio de 2018 às 17h55
TUDO SOBRE

Samsung

A Samsung não é obrigada a atualizar aparelhos Android mais antigos, segundo um caso concluído em tribunal na Europa. A companhia foi acusada por um grupo de defesa ao consumidor da Holanda, alegando que a falta de atualizações pode causar graves problemas de segurança e comprometer dados dos usuários.

A organização foi à justiça para que a Samsung se comprometesse a disponibilizar atualizações por, ao menos, quatro anos após a chegada de um smartphone nas lojas, ou por pelo menos dois anos depois de serem vendidos pela última vez. A acusação diz ainda que a companhia não informou o suficiente os usuários sobre quanto tempo eles poderiam esperar por atualizações ou liberação de patches de segurança. Os patches são liberados pelo Google e cabe à Samsung distribuí-los.

Em resposta, a Samsung conta que se compromete com atualizações de software por dois anos, e que os patches e atualizações são deixados de lado em um prazo considerado razoável, por eles. A empresa cita ainda que faz testes com códigos da Google para garantir que eles funcionem adequadamente com os dispositivos da Samsung.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A justificativa foi o suficiente para que o caso fosse encerrado em favor da Samsung. A corte ainda concordou que a sul-coreana informa os compradores de seus smartphones o suficiente para que eles saibam o que vão encontrar e o que devem esperar no futuro.

Fonte: SlashGear

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.