John Chen, CEO da BlackBerry, fala sobre o futuro da companhia

Por Redação | 03 de Maio de 2016 às 07h17
photo_camera Reprodução

A BlackBerry, empresa que já dominou o mercado corporativo de smartphones, está tentando voltar ao páreo dessa corrida com seu recente lançamento: o BlackBerry Priv. O aparelho utiliza Android como sistema operacional, mas suas vendas iniciais decepcionaram os especialistas do mercado, não ultrapassando a marca de 600 mil aparelhos vendidos. John Chen, CEO da companhia, espera conseguir vender 3 milhões de Privs por ano para que a empresa permaneça rentável no setor.

Diante desse cenário, que insiste em não se tornar favorável a companhia, o executivo conversou com o canal de televisão CNBC e também com a agência de notícias Bloomberg, revelando detalhes sobre os próximos passos da companhia.

Na conversa com a CNBC, que pode ser conferida na íntegra no site da emissora, o CEO disse que a queda nas vendas do iPhone neste primeiro trimestre de 2016 não representara nenhum aumento nas vendas dos aparelhos da BB. “Acredito que todo o mercado de aparelhos high end abrandou no mercado corporativo”, disse.

Já quanto a novos lançamentos, Chen revelou que a BlackBerry planeja lançar dois novos modelos até o fim do ano, com indícios de que um terceiro aparelho esteja por vir no início de 2017, e acredita que a empresa continuará fabricando hardwares, indo contra o conselho de especialistas que acreditam que ela deveria entrar de cabeça no segmento de softwares se quiser continuar de portas abertas.

Na outra entrevista, concedida à Bloomberg, Chen reafirmou que a companhia continuará fabricando hardwares, e acredita que seus dispositivos sejam “os mais seguros, e por isso têm um valor agregado”.

Quando questionado sobre os motivos pelos quais manteria um negócio que vem apresentando resultados muito abaixo do esperado, Chen respondeu que “depende”, mas reforçou o fato de acreditar que seus produtos tenham um valor agregado e que, por isso, a companhia tem uma conexão com uma grande gama de clientes.

Fonte: Android Authority

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.