iPhone 8 não vai custar um, mas sim os dois olhos da cara (rumor)

Por Redação | 08 de Fevereiro de 2017 às 23h00

2017 é o décimo ano de existência dos iPhones, e é claro que a Apple não poderia deixar uma data dessas passar batida. O dispositivo que vem por aí, chamado por muitos de iPhone X ou até mesmo iPhone 8, promete chegar com tudo para marcar os seus 10 anos, e essa opinião é unânime entre os principais analistas do mercado de smartphones.

O aparelho, segundo especulações, vai chegar ostentando uma tela OLED de fora a fora, sem botão Home físico e com o Touch ID embutido embaixo da tela, onde estaria o botão frontal do aparelho. Ao que tudo indica, a Apple está gastando uma nota para produzir o novo telefone — algo que pode ser o dobro do que foi gasto para produzir o iPhone 7 (e seu irmão 7 Plus).

Muito embora o aço inoxidável, muito cotado para aparecer no corpo dos próximos iPhones, seja um material relativamente mais barato que o alumínio usado no iPhone 7, a tela do aparelho, que deve vir curvada nas duas laterais, vai substituir os botões físicos que ali haviam. Além disso, câmeras duplas, um sistema de reconhecimento facial e uma bateria generosa devem chegar como diferencial no novo modelo. Tudo isso somado ao já mencionado display OLED faria com que o preço de custo do aparelho fosse bem mais elevado.

Vamos ter em mente que, hoje, o iPhone 7 Plus na cor Jet Black é o mais caro dos modelos da Apple disponíveis, saindo por US$ 969 nos Estados Unidos. Segundo um novo rumor, de uma fonte que falou ao PhoneArena, a barreira dos US$ 1.000 vai ser quebrada neste ano, pela edição mais-que-especial de aniversário do iPhone. Não vamos nem arriscar um palpite para o preço do novo aparelho no Brasil, mas podemos esperar tranquilamente por algo que ultrapasse os R$ 5 mil para o modelo top de linha.

Via PhoneArena

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.