iPhone 12 chega a 100 milhões de unidades vendidas em apenas sete meses

iPhone 12 chega a 100 milhões de unidades vendidas em apenas sete meses

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 01 de Julho de 2021 às 08h50
Ivo/Canaltech

O iPhone 12 tem tudo para superar o número de unidades vendidas do iPhone 6 durante seu primeiro ano nas lojas. A mais nova geração da Apple superou as expectativas e chegou à marca de 100 milhões de unidades vendidas nos primeiros sete meses.

De acordo com a Couterpoint Research, a geração atual precisou de cerca de dois meses a menos que a anterior, lançada em 2019, para atingir tal marca, e garantiu à Maçã a liderança da lista de empresas que mais faturam com celulares, apesar de a Samsung ainda totalizar volume de vendas maior, já que a sul-coreana lidera graças a modelos mais acessíveis.

A marca é ainda mais expressiva ao considerar que o lançamento foi feito em meio a uma pandemia, momento em que a economia global arrefeceu, e muitas famílias pararam de gastar ou focaram os gastos em outras coisas, como equipamentos para trabalhar em casa. E mais: fica próxima da quantidade de vendas do iPhone 6, primeiro superciclo da companhia e geração mais vendida até hoje.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Imagem: Reprodução/Counterpoint)

Ou seja, ainda dá tempo de ultrapassar as 250 milhões de unidades vendidas nos primeiros 12 meses desde o lançamento, como já previsto pelo analista da Wedbush, Dan Ives. O iPhone 6, lançado em 2014, atraiu muitos consumidores ao adotar telas de tamanhos maiores, com 4,7 polegadas e 5,5 polegadas. Agora, o iPhone 12 faz sucesso principalmente por ser o primeiro celular da Maçã a oferecer conectividade 5G.

Procura pelo maior e melhor dos quatro

Diferente de outras gerações, o iPhone 12 Pro Max foi o modelo que fez maior sucesso entre os quatro lançamentos da Apple no segundo semestre de 2020. O celular foi responsável por 29% das mais de 100 milhões de unidades vendidas, um aumento de quatro pontos percentuais para os 25% no iPhone 11. E isso com um aparelho a mais.

iPhone 12 Pro Max foi o campeão de vendas do quarteto (Imagem: Ivo/Canaltech)

Por esse motivo, a Counterpoint Research apontou que as receitas entre as duas gerações também aumentaram cerca de 22% nos primeiros sete meses desde o lançamento. Os consumidores nos Estados Unidos foram os que mais compraram o modelo maior da série, sendo responsáveis por 40% do total até abril.

Outros fatores para o sucesso de vendas da série iPhone 12 apontados pela firma de análise de mercado são o momento, já que o iPhone 11 pegou a pior fase da pandemia em seus primeiros sete meses de mercado, e o fato de muitos consumidores terem segurado o upgrade no ano passado para economizar ou mesmo para aproveitar a chegada do 5G ao dispositivo da Apple.

Fonte: Couterpoint Research

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.