iOS pode permitir que usuários desinstalem apps de fábrica

Por Redação | 15 de Setembro de 2015 às 14h53

Tim Cook não quer mais que você seja obrigado a contar com os aplicativos obrigatórios em seu celular ou tablet com iOS. De acordo com o presidente da Apple, a empresa está trabalhando em maneiras de permitir que pelo menos alguns dos softwares que já vêm instalados por padrão no sistema possam ser deletados pelo usuário, liberando espaço na memória e também permitindo uma maior organização das telas.

Essa, porém, é uma questão mais complexa do que parece. De acordo com Cook, muitos dos aplicativos disponíveis de fábrica no iPhone, por exemplo, são meras fachadas para funções presentes no sistema de forma intrínseca. Sendo assim, a remoção de um aplicativo poderia causar problemas e erros de funcionamento no iOS. Essa, então, é uma alternativa que precisa ser vista com cuidado.

Por outro lado, o CEO da Apple afirma que esse não é o caso com todos os apps e que estes, sim, poderão ser deletados no futuro. Cook não confirmou que essa possibilidade vai evidentemente chegar, mas disse que a companhia está trabalhando ativamente nisso. Como a funcionalidade não tem uma data para chegar nem está confirmada, a única alternativa possível para os usuários é continuar colocando os aplicativos dentro de uma pasta fadada ao esquecimento.

No iOS, esse problema é um pouco menor do que em outros sistemas operacionais móveis. Por não precisar ser submetido a operadoras de telefonia e concentrar a fabricação dos aparelhos, usuários da Apple acabam tendo uma quantidade menor de bloatware para lidar. Ainda assim, é praticamente impossível não se incomodar com a presença obrigatória de apps como o que permite a integração com o Watch ou o que exibe periodicamente dicas de uso do sistema operacional. Estes, provavelmente, são os primeiros na lista para irem embora.

A Maçã lança nesta quarta-feira (15) o iOS 9, a mais nova versão de seu sistema operacional. Apesar de não contar com a possibilidade de deletar aplicativos de fábrica, a plataforma chega com suporte a multitarefa no iPad, mudanças visuais e melhorias no funcionamento da Siri, além de um sistema de otimização de consumo de bateria.

Fonte: Buzzfeed