Imagens de suposto Galaxy Note 8 mostram mudanças no sensor de impressão digital

Por Redação | 22 de Maio de 2017 às 10h11

O Galaxy S8 pode ser considerado um enorme sucesso, mas isso não torna ao aparelho imune a críticas. E um dos pontos que mais chamou a atenção e foi alvo de reclamação dos usuários foi a decisão da Samsung de ter levado o seu sensor de impressões digitais para a parte traseira do aparelho, uma mudança que não é nada prática e muito menos ergonômica. Contudo, parece que isso não deve se tornar padrão da marca, tanto que supostas imagens do Galaxy Note 8 mostram algo bem diferente.

As imagens do que parece ser um protótipo do aparelho surgiu na Weibo, o Twitter chinês, e chamou a atenção exatamente por não ter o leitor de impressões digitais na mesma posição do Galaxy S8. Como pode ser visto na imagem acima, não há nada na parte traseira do smarpthone além da câmera dupla e do flash. Tampouco pode ser visto um botão destinado a essa função na sua parte frontal. E é na dúvida que a especulação ganha força.

Como aponta o site Übergizmo, é possível que a Samsung tenha conseguido contornar o problema que impedia que o leitor fosse literalmente integrado ao aparelho. Não fica claro se esse foi mesmo o caso, mas não há como negar que a falta de um sensor físico como vimos até agora dá a entender que devemos ter uma solução um pouco mais moderna para o caso, talvez com a leitura das impressões sendo feita diretamente sobre a tela — uma possibilidade que vem sendo levantada há tempos, mas sempre adiada pela complexidade da operação. Se for o caso, parece que o Galaxy Note 8 conseguiu resolver o problema e vai trazer essa novidade.

De qualquer forma, sempre vale a pena lembrar que não há como garantir que essa imagem corresponde à versão final do novo aparelho da Samsung e tampouco que são verdadeiras ou algo do tipo. Não seria a primeira vez que imagens apontam para uma direção bem diferente daquela que vimos na revelação final, então sempre é muito bom ter cuidado na hora de acreditar cegamente nessas informações. Porém, ao mesmo tempo, sempre é bom levar em consideração a máxima de que onde há fumaça, há fogo. E, no caso, parece que estamos diante de um incêndio.

Via: Übergizmo