iPhone explode na China e fere a dona do dispositivo

Por Redação | 13.08.2013 às 12:25

Alguns iPhones têm protagonizado verdadeiras histórias de horror ao eletrocutar seus donos. Agora, parece que a Apple arrumou uma nova dor de cabeça: iPhones explosivos. Uma chinesa sofreu uma lesão após seu smartphone explodir e um dos pedaços atingir seu olho.

O Ubergizmo conta que a mulher sentiu seu telefone esquentar muito depois de ficar em uma ligação por cerca de 40 minutos – nada fora da realidade – e quando ela tentou finalizar a chamada, tocou na tela e o aparelho explodiu jogando pedaços para todos os lados, inclusive no seu olho.

A vítima diz que não conseguia abrir os olhos após o acidente, e que seus amigos precisaram levá-la até um hospital. O médico verificou que seu globo ocular estava vermelho e muito inflamado com uma marca redonda, onde provavelmente algum fragmento do iPhone atingiu. Felizmente, a lesão no olho da chinesa não foi muito grave, e representantes da Apple afirmaram que já estão investigando o caso.

Os casos anteriores de donos de iPhone eletrocutados têm sido associados ao uso de carregadores não oficiais. Isso inclui o caso da aeromoça da China Southern Airlines, Ma Ailun, 23 anos, que morreu eletrocutada no início do mês de julho depois de atender uma ligação em seu iPhone 5. Poucos dias depois, outro chinês entrou em coma após ser eletrocutado ao encostar em seu iPhone 4, que estava sendo recarregado.

A Apple pediu que seus clientes não usem carregadores "paralelos" e, inclusive, anunciou um programa de substituição de carregador USB que permite aos clientes da empresa entrar em uma loja da Apple ou revendedor autorizado e trocar seu carregador falso por um carregador oficial pagando US$ 10. Apesar da medida adotada pela companhia, a relação entre o uso de carregadores não oficiais e os casos apontados acima não foram comprovados.

Os smartphones da Apple não são os únicos a se envolver em casos de acidentes. Recentemente, também na China, uma suposta explosão da bateria de um Samsung Galaxy S4 destruiu completamente um apartamento em Hong Kong.