iPhone 5 leva a melhor em teste de resistência contra Galaxy S4 e S3

Por Redação | 30 de Abril de 2013 às 12h05
photo_camera Internet4GBR

Chegando às lojas brasileiras nesta terça-feira (30), o Galaxy S4 já é considerado um dos mais poderosos smartphones do mercado, capaz de bater de frente com o principal concorrente, o iPhone 5, da Apple. Mas deixando de lado as configurações de hardware e funcionalidades do software, como será que o novo dispositivo da Samsung se sai em uma disputa de impacto contra o iGadget?

Para descobrir a resposta, a equipe da seguradora de dispositivos eletrônicos SquareTrade realizou uma série de testes físicos com o iPhone 5, Galaxy S4 e com a geração anterior do celular, o Galaxy S3, para tentar medir qual deles pode ser danificado com mais facilidade.

A empresa realizou um total de dez testes nos três dispositivos, e os colocou em uma lista do menos para o mais quebrável. De acordo com o site, os testes foram baseados em informações que recebem dos usuários de seus serviços, e simulam situações do cotidiano, como quedas, deslizamentos do aparelho no chão ou líquidos derramados sobre o celular.

Quem se saiu melhor foi o smartphone da Apple, que recebeu uma nota 5 em uma escala de 0 a 10 usada no teste, onde 0 é o menos quebrável e 10, o mais quebrável. O Galaxy S3 ficou em segundo lugar, com a nota 6.5, e o Galaxy S4, em terceiro, com a nota 7. Todos ficaram na categoria de risco "médio", entretanto.

No vídeo abaixo, a equipe mostra três dos testes realizados. No primeiro, os smartphones são derrubados no chão de concreto de uma altura média de uma pessoa. O iPhone 5 levou a melhor, com apenas alguns arranhões na tela. Os Galaxies S3 e S4 mostraram rachaduras na tela no local do impacto.

No segundo, foi testada a fricção dos aparelhos para ver qual a distância que eles deslizam, já que quanto menos eles deslizarem, menor a chance de caírem de uma mesa, por exemplo. Neste teste, a traseira de plástico dos Galaxies se mostrou mais escorregadia.

E no último, os aparelhos foram submergidos em água por 15 segundos enquanto reproduziam um vídeo. Enquanto o Galaxy S4 e o iPhone 5 continuaram reproduzindo o vídeo sem problemas, o Galaxy S3 teve a saída de áudio danificada.

Segundo pesquisas da empresa, smartphones Android têm 13 vezes mais chances de serem danificados do que roubados ou perdidos, contra 10 vezes mais chances de acontecer o oposto com iPhones. Um a cada oito Galaxies também quebram nos seis primeiros meses de uso. Entre os acidentes mais comuns estão queda das mãos do usuário (24%), imersão em líquido (17%), cair do colo de alguém sentado (15%), líquido espirrado sobre o aparelho (11%) e deslizar para fora de uma mesa (9%).

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.