Huawei Mate 50 deve ter comunicação por satélite, com lançamento no fim do ano

Huawei Mate 50 deve ter comunicação por satélite, com lançamento no fim do ano

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 02 de Setembro de 2021 às 14h16
Divulgação/Huawei

Depois de rumores apontarem que a próxima geração de iPhones provavelmente terá comunicação via satélite, novas informações apontam que smartphones chineses devem ser comercializados com função de SMS via Beidou — uma transmissão por satélite local —, partindo com a Huawei.

O Huawei P40 já possui um sistema de navegação Beidou para alta precisão, mas não tem suporte a mensagens instantâneas via satélite. Rumores indicam que o primeiro smartphone da marca a ser equipado com essa função para textos rápidos será o Huawei Mate 50, que tem lançamento planejado para o período entre o final deste ano e início de 2022.

Ainda não é claro se esse tipo de tecnologia permitirá mensagens via satélite de forma livre, ou se será exclusiva para situações de emergência, como deve acontecer no caso dos novos iPhone 13. Ou seja, não é certo que o Huawei Mate 50 será um aparelho que dispensa qualquer tipo de plano de operadoras telefônicas, nem que ele permitirá comunicação livre a partir de áreas sem cobertura convencional.

iPhone 13 deve ter comunicação via satélite, mas não neste ano

Rumores indicam que o iPhone 13 terá um chip para comuniação por satélite (Imagem: Technizo Concept/LetsGoDigital)

A próxima geração de iPhones deve vir com um chip Qualcom X60 customizado para comunicação com satélites de baixa órbita (Low Earth Orbit, ou LEO). Porém, apesar da implementação do hardware, é improvável que esse serviço esteja disponível ainda em 2021.

No caso dos aparelhos da Apple, a comunicação via satélite pode ajudar em casos como acidentes de avião, naufrágios e eventos climáticos graves, como terremotos e enchentes. Além disso, serviços da Maçã poderão ser integrados diretamente com hospitais, e mostrar informações vitais como tipo sanguíneo, histórico médico e alergias, o que pode salvar segundos precisosos em situações de emergência.

Fonte: NetEase

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.