HTC registra patente de celular dobrável que mistura Mate X com Razr 2019

Por Felipe Junqueira | 28 de Setembro de 2020 às 13h43
LetsGoDigital
Tudo sobre

HTC

Saiba tudo sobre HTC

Ver mais

A HTC planeja voltar a ter uma divisão de smartphones rentável até o ano de 2025 e, apesar do reinício devagar, com apenas dois modelos lançados no primeiro semestre de 2020, as equipes de desenvolvimento já têm bastante trabalho pela frente. Um dos projetos envolve um celular dobrável, como mostra uma patente registrada pela companhia.

A documentação foi enviada no final de dezembro do ano passado, mas só foi publicada na Organização Mundial da Propriedade Intelectual (WIPO, na sigla em inglês) em agosto de 2020. A peça descreve um dispositivo com tela dobrável, com formato de smartphone ou tablet, em que a dobradiça permite o uso aberto completamente ou pela metade.

Esquematização mostra o mecanismo da dobradiça (Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)

O visual é claramente de um protótipo, mas a patente foca muito mais na questão da dobradiça do que nas funções em si, o que nos leva a crer se tratar de apenas um estágio inicial do desenvolvimento. O aparelho dobra “para fora”, mantendo a tela sempre visível, ao contrário do Motorola Razr 2019 e Galaxy Z Flip, que também possuem o formato de concha.

Resta saber se a aparência da dobradiça em si ainda mudaria alguma coisa, visto que ela também tem visual que lembra bastante um protótipo. O aparelho tem a “sanfona” no centro, como vimos no Royole FlexPai, além de módulos de suporte para as engrenagens que são protuberâncias na parte lateral. Do jeito que está descrito na patente, o dispositivo não parece ter um apelo estético comercialmente viável.

Visual do aparelho sugere que projeto ainda está em fase inicial de desenvolvimento (Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)

Também fica a expectativa para a solução a ser sugerida pela HTC para evitar problemas com riscos na tela, já que ela fica sempre à mostra e as proteções disponíveis para displays dobráveis ainda são pouco resistentes a riscos. Porém, como é um projeto ainda em estágio inicial, muita coisa deve mudar até que o primeiro dobrável da fabricante chegue às lojas, e a empresa tem tempo de aprender com concorrentes, também.

Não há nenhuma previsão para o lançamento do celular com tela dobrável da HTC. A empresa lançou o U20, seu primeiro modelo com suporte ao 5G, e o Desire 20 Pro, ambos em meados deste ano e disponíveis em mercados restritos, sem previsão de chegarem ao Brasil.

Fonte: LetsGoDigital

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.