Galaxy Note 9 | Samsung teria desistido do leitor de digitais sob a tela

Por Felipe Demartini | 09 de Março de 2018 às 12h39
TUDO SOBRE

Samsung

A Samsung mal começou a divulgar um de seus principais lançamentos deste ano, o Galaxy S9, e já começaram a surgir informações sobre seu próximo topo de linha, o Galaxy Note 9. E elas não são nada positivas, já que, de acordo com fontes ligadas ao processo de desenvolvimento do aparelho na Ásia, a fabricante teria abandonado a ideia de um sensor de impressões digitais sob a tela, que seria uma de suas principais novidades para 2018.

De acordo com Ming-Chi Kuo, analista da KGI Securities que também serve de porta-voz para uma série de vazamentos oriundos do mercado asiático, os problemas no desenvolvimento da solução teriam levado à decisão. Mais especificamente, em testes internos, a Samsung teria identificado um alto consumo de bateria com o recurso ativado, uma vez que ele teria que ser usado tanto para autenticação de compras quanto liberação do aparelho – o que estaria levando à necessidade de manter uma parte da tela ativada o tempo todo.

Além disso, a fabricante teria encontrado outros obstáculos relacionados à detecção de digitais, principalmente relacionados ao uso de películas para proteção da tela e condições do ambiente, como luminosidade e até mesmo umidade. Seriam, inclusive, os mesmos problemas encontrados pela Apple, que também teriam levado a empresa a desistir do recurso no iPhone X.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Decisão semelhante foi tomada agora pela sul-coreana, que abandonou o sensor biométrico sob a tela como grande diferencial do Galaxy Note 9. Entretanto, ela teria mantido inalterado o desenvolvimento dessa tecnologia, dando mais tempo para que seus especialistas encontrem alternativas e possam aplicar a solução na linha a partir do ano que vem.

Sendo assim, a ideia é que o Note 9 mantenha o posicionamento do sensor biométrico do S9, aparecendo ao lado da câmera traseira. A mudança, inclusive, atende a críticas feitas ao longo do ano passado, com usuários reclamando que o sensor fotográfico estava constantemente sujo devido ao fato de seus dedos estarem indo direto para lá, em vez do leitor de impressões digitais, que ficava logo abaixo.

No restante, claro, teriam sido mantidas outras características diferenciais do Note 9, como a tela gigante e que toma praticamente toda a parte da frente do aparelho, bem como a caneta stylus e o display que alcança até as laterais. Configurações de topo de linha também fariam parte do pacote, que representa a principal arma da Samsung para enfrentar o iPhone do ano nas prateleiras.

Nada, claro, confirmado. A Samsung não falou sobre eventuais problemas no desenvolvimento do Note 9 nem mesmo confirmou a existência de um aparelho que, como todos sabemos, está a caminho.

Fonte: BGR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.