Galaxy Fold | Teste comprova que uma queda pode destruir o smartphone dobrável

Por Claudio Yuge | 02 de Outubro de 2019 às 09h33
square trade
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Galaxy Fold

Ficha técnica

Desde a primeira versão que caiu nas mãos de especialistas até os relatos de usuários que adquiriram o modelo revisado, todo mundo concorda com uma coisa: o smartphone dobrável da Samsung, o Galaxy Fold, é muito frágil e exige cuidados especiais no seu manuseio. E isso inclui evitar que os “mãos de alface” coloquem seus dedinhos nele, pois uma queda seria fatal para o aparelho.

Isso é o que comprova o ousado teste realizado com o dispositivo que custa US$ 2 mil. O pessoal do SquareTrade primeiramente analisou como fica o Galaxy Fold quando ele é aberto e fechado 120 mil vezes. A marca é uma estimativa da Samsung para três anos de uso do aparelho — e um limite para seu perfeito funcionamento sem avarias.

Uma pequena bolha apareceu no display após 18 mil vezes, assim como uma pequena deterioração na dobradiça. Esse mesmo estado permaneceu um pouco mais desgastado após as 120 mil vezes. Agora a coisa pegou mesmo quando o Galaxy Fold foi largado de uma altura de quase dois metros: a tela sensível ao toque ficou cheia de imperfeições e parou de funcionar, assim como as câmeras, incluindo a de selfie — e a queda aconteceu com o case adesivo protetor que vem junto.

Bem, como deu para notar mais uma vez, o Galaxy Fold é realmente para quem tem cuidado extremo com o celular.

Fonte: Droid Life, Square Trade  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.