Estoque insuficiente faz com que vendas do OnePlus 3 seja suspensa em 24 países

Por Redação | 03.08.2016 às 19:05

O OnePlus 3 está conseguindo um excelente desempenho nas vendas, segundo o co-fundador da empresa, Carl Pei. Sem o sistema de convites, o modelo está com um número de vendas bem melhor do que o esperado. No entanto, visto que o volume de pedidos está crescendo e o estoque é limitado, a empresa resolveu suspender as vendas do smartphone, especialmente na Europa Continental.

Com o objetivo de fornecer o aparelho a todos os consumidores, as vendas do OnePlus 3 serão interrompidas a partir do dia 9 de agosto até 12 de setembro. Os países que serão afetados pela suspensão da comercialização do smartphone são:

  • Áustria
  • Bélgica
  • Bulgária
  • Croácia
  • Chipre
  • República Checa
  • Estônia
  • França
  • Grécia
  • Hong Kong
  • Hungria
  • Irlanda
  • Itália
  • Letônia
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Malta
  • Países Baixos
  • Polônia
  • Portugal
  • Romênia
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha

Qualquer pedido feito antes de 9 de agosto será entregue normalmente dentro da data estimada de envio. Segundo Pei, a OnePlus irá oferecer uma página onde os consumidores poderão deixar seus endereços de email, para que possam ser notificados quando os pedidos forem retomados.

"Estamos trabalhando duro para garantir mais linhas de produção, para que possamos cumprir nosso objetivo de colocar produtos premium nas mãos do maior número de pessoas possível. Se você está planejando comprar, mas não pode fazê-lo antes da pausa nas vendas, nós estaremos oferecendo um serviço de notificação no qual você pode se inscrever com seu endereço de email para ser notificado quando tivermos o estoque de volta", disse Carl Pei.

OnePlus 3

Antes das vendas, a empresa estava preocupada com a possibilidade de ter aparelhos em excesso no estoque, visto que havia abandonado o sistema de compras por convite. Mas, o oposto do esperado está acontecendo. O OnePlus 3 tem vendido tão bem na Europa que a demanda está superando a quantidade de aparelhos em estoque. Com a interrupção nas vendas, a empresa terá tempo para construir mais aparelhos para equilibrar a oferta e a demanda.

Via PhoneArena