Em uma semana, ativações do Pixel e Pixel XL superam a do Nexus 6P

Em uma semana, ativações do Pixel e Pixel XL superam a do Nexus 6P

Por Redação | 03 de Novembro de 2016 às 12h22

Considerados uma espécie de "sucessores espirituais" da linha Nexus, os novos Pixel e Pixel XL ultrapassaram o nível de adoção dos antigos smartphones de Google em apenas uma semana, revelou um levantamento realizado pela plataforma de análise Appboy no período entre os dias 20 e 27 de outubro e divulgado nesta quarta-feira (2).

Os números indicam que sete dias após o lançamento, o Pixel já representava cerca de 0,016% do mercado de smartphones, enquanto o Pixel XL, 0,020%. O último smartphone da linha Nexus, o Nexus 6P, de setembro do ano passado, precisou do dobro do tempo para atingir o mesmo patamar.

O maior pico de ativações ocorreu no dia 25 de outubro, quando os primeiros dispositivos adquiridos pela pré-venda chegaram às mãos dos usuários. No dia, o market share para o Pixel e Pixel XL cresceu, respectivamente, 274% e 158%.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Pixel adoção

Pico de ativações ocorreu no dia 25, quando os primeiros dispositivos comprados na pré-venda chegaram aos usuários (foto: Reprodução)

Os números parecem impressionantes, mas ainda não tímidos quando comparados a adoção de dispositivos de fabricantes como a Samsung. Mesmo com crescimentos menores de ativação no período analisado, aparelhos como o Galaxy S6 e Galaxy S7 conquistaram no primeiro dia pós-lançamento uma fatia de mercado maior que os Pixel em uma semana.

Além disso, de acordo com os dados, o estoque limitado de Pixels nas lojas do Google e da própria operadora Verizon também está "segurando" a adoção do novos smartphones, que poderia estar ainda maior se os modelos não estivessem esgotados no mercado.

Na semana passada, o Google chegou a se desculpar com compradores do dispositivo por não estar dando conta da demanda, inclusive atrasando entregas de Pixels comprados ainda na pré-venda. A empresa chegou a distribuir vouchers de US$ 50 para compras dentro do Google Play como uma forma de tentar compensar a espera de usuários.

Fonte: 9to5

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.