Em menos de uma semana, iPhone 6s já coleciona reclamações de superaquecimento

Por Redação | 29 de Setembro de 2015 às 11h33

O iPhone 6s mal chegou às lojas e já vem dando dor de cabeça para os usuários. E, desta vez, os problemas não estão relacionados à fragilidade do aparelho como na geração passada, mas no superaquecimento que vem impossibilitando o uso de algumas funções.

Segundo alguns relatos feitos por usuários do Reddit, o novo smartphone da Apple vem superaquecendo quando as pessoas tentam acessar a câmera do dispositivo. Ao tentarem tirar uma foto, eles recebem uma mensagem dizendo que o flash não está disponível e que o iPhone precisa ser resfriado antes de poder usar o recurso.

O mais curioso disso tudo é que, ao contrário do que se pensa, os aparelhos não haviam passado por um longo período de uso que justificasse o superaquecimento e nem foram expostos a altas temperaturas. De acordo com quem enfrentou esse tipo de problema, a mensagem surgiu de repente e sem razão para isso.

iphone 6s quente

Outro relato do site PhoneArena deixa a situação toda ainda mais preocupante. Conforme afirma a página, esse é apenas mais um indício de que a nova geração de iPhones é realmente mais quente que as anteriores. Segundo a página, vários outros usuários fizeram a mesma reclamação sobre esse aumento na temperatura ao longo do final de semana à medida que tinha mais contato com o recém-lançado dispositivo.

Essas reclamações afirmam que a temperatura média do smartphone deixou de ser de 32° que tínhamos até o iPhone 6 e passou a alcançar uma média de 38,8º no iPhone 6s. E seria exatamente esse salto que estaria afetando o flash.

Embora ainda seja cedo para dizer se isso é realmente um problema grave no projeto ou apenas alguns casos isolados, a verdade é que muita gente já acendeu o sinal de alerta em relação aos novos iPhones. Problemas de superaquecimento não são nenhuma raridade no mundo da tecnologia, mas geralmente estão relacionados a falhas durante a produção ou mesmo na concepção geral do produto.

Tanto que, se for mesmo comprovado que esse é um defeito geral do iPhone 6s, uma das possíveis causas pode ser a combinação de novos componentes, como o chip A9, 2 GB de RAM e o sensor háptico do 3DTouch em conjunto com um novo material. É claro que isso ainda é apenas uma suposição, mas pode ser que o alumínio série 7000 que trouxe mais resistência ao smartphone esteja tendo problemas na hora de dissipar o calor.

De qualquer forma, vale a pena ficar de olho. O iPhone 6s está há menos de uma semana no mercado e, à medida que ele chegue às mãos de mais consumidores, vamos ouvir mais sobre o assunto e descobrir se esse é um problema grave ou algo que atingiu apenas um ou outro usuário.

Via: PhoneArena

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.