Consumidores relatam erro misterioso que torna o Pixel 3 inutilizável

Consumidores relatam erro misterioso que torna o Pixel 3 inutilizável

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 06 de Setembro de 2021 às 15h39

Um erro grave tem causado dor de cabeça para vários donos do Pixel 3. Segundo usuários, o dispositivo simplesmente para de funcionar da noite para o dia, e não existe nenhuma forma de reinício ou reparo rápido. O aparelho torna-se, portanto, inutilizável ("brickado").

Pixel 3 pode se tornar inutilizável da noite para o dia (Imagem: Divulgação/Google)

O Google ainda não sabe qual é o motivo das falhas, e sequer se comunicou formalmente para relatar o erro. Os casos começaram a surgir isoladamente alguns meses atrás, mas vêm se tornando cada vez mais frequentes, de acordo com relatos no Reddit e outras redes sociais. O aparelho foi lançado em 2018, ou seja, grande parte dos modelos já estão fora do prazo de garantia.

Falha sem solução

Depois do erro, aparelho não pode ser recuperado (Imagem: Divulgação/Google)

Como o aparelho entra em um modo de emergência Qualcomm EDL (Emergency DownLoad), não é possível nem mesmo instalar um novo firmware pelos métodos tradicionais, por conta da inoperância do bootloader. Como o sistema do dispositivo não dá nenhum sinal prévio de que vai entrar neste modo, os usuários também não conseguiram encontrar pontos de conexão entre os casos, e portanto o motivo das falhas ainda é desconhecido.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Alguns donos de aparelhos da linha Pixel 3 acreditam que o problema pode estar relacionado a uma atualização de segurança recente, ou talvez por conta de uma falha de hardware no chip Snapdragon.

O próprio Google já enfrentou problemas com o Pixel 4 XL em julho deste ano, quando várias unidades começaram a apresentar defeitos no carregamento — com ou sem fio — e também no botão de liga/desliga. Na época, a marca ofereceu um ano extra de garantia, com suporte completo e gratuito para esses problemas em específico. Por isso, é provável que a Gigante das Buscas faça algum tipo similar de programa de reparos.

LG já foi processada por erro similar

LG V10, de 2015, apresentava problemas de hardware (Imagem: Divulgação/LG)

Em 2015, a LG já passou por um problema parecido, quando os modelos G4 e V10 pararam de funcionar e ficavam presos em um estado de "boot loop" (quando o aparelho tenta carregar o sistema, não consegue e reinicia o processo indefinidamente). A marca sul-coreana chegou a reconhecer as falhas em 2016, mas não conseguiu fazer um programa de reparos abrangente o suficiente para satisfazer os consumidores prejudicados — que quando conseguiam trocar o aparelho, o novo começava a apresentar os mesmos problemas do antigo.

Por conta disso, vários usuários chegaram a processar a marca judicialmente, o que causou muitos prejuízos financeiros e de imagem da companhia. Depois, foi descoberto que o problema estava relacionado a um mau contato entre o processador e a placa-mãe, situação que se agravava à medida que o celular era utilizado por muitos meses.

Fonte: PocketNow

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.