Conceito traz iPhone 7 com maçã brilhante e tela ocupando todo o painel frontal

Por Redação | 08 de Maio de 2015 às 18h48
TUDO SOBRE

iPhone 7

A gente ainda não tem a menor ideia de como vai ser o iPhone 7. No entanto, antes mesmo de a Apple comentar qualquer coisa sobre o assunto, alguns fãs mais apaixonados já trataram de criar um modelo de como eles gostariam que fosse o próximo smartphone da empresa.

O site da revista alemã Computer Bild, por exemplo, publicou um vídeo que mostra um conceito do aparelho um pouco diferente daquele que certamente veremos, mas que chamou a atenção de todos os apaixonados pela marca. Afinal, quem nunca quis que o icônico símbolo da Maçã na parte traseira do dispositivo brilhasse para que o mundo todo pudesse vê-lo?

Imaginado pelo designer Martin Hajek, o fictício iPhone 7 reproduz um recurso que os donos de MacBook já têm há muito tempo e que certamente ia deixar o visual do celular bem mais interessante. Mais do que isso, pense em como essa iluminação na parte traseira iria reinventar também o mercado de cases. O único problema seria a bateria, que precisaria ser carregada com muito mais frequência.

PECHINCHAS, CUPONS, COISAS GRÁTIS? Participe do nosso GRUPO DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Só que as novidades apresentadas no conceito vão muito além da maçã brilhante. Hajek idealizou também uma tela ainda maior do que a existente nos modelos atuais e que ocupa toda a área do painel frontal. Porém, ao contrário da maioria dos outros exercícios de imaginação, o designer não descartou o característico botão Início, deixando-o integrado ao display — o que acabou dando um charme todo especial.

De resto, ele segue a mesma linha que a Apple utilizou nas últimas gerações de iPhone, apostando em um design mais fino e arredondado. Ele ainda manteve as mesmas entradas e botões, mostrando que a ideia não é revolucionar, mas apenas introduzir funções que realmente pudessem ser interessantes para os fãs — e, portanto, bastante críveis.

Uma pena que dificilmente vamos ver isso se tornar realidade.

Fonte: Computer Bild TV (YouTube), The Next Web

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.