Com Quick Charge 4+, Qualcomm quer acelerar ainda mais carregamento de gadgets

Por Redação | 02 de Junho de 2017 às 09h46

Os sistemas de carregamento rápido de smartphones é uma das maravilhas modernas para os usuários mobile, e agora a Qualcomm anunciou um aprimoramento no Quick Charge 4. Apenas meses depois de revelar a nova versão da tecnologia com o lançamento de seu processador Snapdragon 835, a fabricante revelou que o sistema já recebeu uma atualização que o torna 30% mais eficiente.

O Quick Charge 4+ é uma versão mais polida e eficaz da tecnologia, prometendo um carregamento 15% mais rápido com temperatura 3° menor, o que se traduz em aumento na vida útil da bateria. A tecnologia também traz novos dispositivos de segurança, como um monitoramento constante da temperatura do conector e dos componentes do dispositivo, evitando curtos, superaquecimento e danos aos conectores.

A fabricante norte-americana também explicou um sistema que chama de Dual Charge, que é um dos responsáveis pela melhoria, dividindo a carga de energia em duas, aumentando a eficiência dos trabalhos e reduzindo a temperatura. Além disso, sistemas inteligentes garantem que a recarga aconteça de forma equivalente por todo o equipamento, de forma a evitar que algumas rotas sejam estressadas mais do que outras, o que também acaba aumentando a vida útil do componente.

A companhia explica que o padrão está pronto para ser utilizado e deve começar a dar as caras já no segundo semestre – o ZTE Nubia Z17 será o primeiro smartphone a contar com a novidade. E a novidade será exclusiva de novos aparelhos, uma vez que sua implementação depende de mudanças no hardware, que seriam impossíveis de se realizar com uma atualização de sistema.

Entretanto, carregadores compatíveis com tecnologias do Quick Charge 3 em diante funcionarão com dispositivos que possuam a nova versão se problemas. A recíproca também é verdadeira no caso de aparelhos mais antigo, que também poderão ser carregados de forma mais veloz com o uso de fontes mais recentes, entretanto, sem as vantagens da nova versão.

Fonte: Qualcomm

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.