BlackBerry nega brecha de segurança em seu sistema operacional

Por Redação | 18 de Janeiro de 2016 às 10h04

A segurança de sua criptografia e a proteção das informações dos usuários é um dos grandes diferenciais dos aparelhos da BlackBerry – o único, chegam a dizer alguns. Porém, relatos publicados na imprensa no final da semana passada colocaram até mesmo isso em cheque, afirmando que autoridades policiais da Holanda teriam sido capazes de quebrar a criptografia de um dispositivo da marca, acessando e-mails e dados de um usuário, uma situação que, agora, está sendo negada veementemente pela empresa.

Em uma publicação realizada no final de semana, que serve como nota oficial sobre o caso, a BlackBerry afirma que não procedem os relatos de que um aparelho da companhia teria sofrido uma quebra de segurança. Mais do que isso, se uma brecha desse tipo realmente ocorreu, isso aconteceu devido a circunstâncias que estão além do alcance da empresa, como configurações personalizadas feitas pelo usuário, e não devido a falhas ou brechas que estejam presentes no sistema.

Na curta declaração, a BlackBerry afirma não ter tido acesso a detalhes sobre o caso e diz nem mesmo saber qual foi o modelo específico de aparelho supostamente aberto. Mas, desde já, aposta que se dados realmente foram obtidos, essa ação ocorreu por meio de aplicativos de terceiros ou um “comportamento deficiente” de seu usuário no que toca a segurança das próprias informações armazenadas no aparelho.

A abertura teria ocorrido como parte de uma investigação policial, com 279 mensagens de e-mail, de um total de quase 300, sendo obtidas após uma quebra na criptografia de um BlackBerry pelo Instituto Forense Holandês. O órgão também não deu detalhes sobre a ação, afirmando apenas que a obtenção se deu por meio de um ataque de força bruta e exigiu acesso físico ao dispositivo, além de informar que a abertura está localizada em softwares de segurança da empresa Phantom Secure, que presta serviços para a fabricante canadense de smartphones.

Aproveitando a ocasião, a BlackBerry disse ainda que seus dispositivos não possuem nenhum tipo de backdoor nem qualquer dispositivo de entrada que esteja disponível para uso das autoridades. A companhia garante que desde que seus clientes sigam as práticas de segurança recomendadas, não existe a possibilidade de que sua privacidade e a segurança de suas informações estejam em risco.

Fonte: Inside BlackBerry

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.