BlackBerry lança o DTEK60, seu último smartphone

Por Redação | 25.10.2016 às 11:42

Os rumores se confirmaram e a BlackBerry lançou nesta terça-feira (25) o DTEK60. Sucessor direto do DTEK50, lançado no início deste ano, o smartphone será o último fabricado pela companhia canadense e chega com especificações de ponta - e um preço supersalgado.

O aparelho é o terceiro da empresa a vir equipado de fábrica com Android e traz uma belíssima tela de 5,5 polegadas e resolução QHD. Debaixo do capô, 4 GB de RAM dão fôlego ao gadget, que conta com 32 GB de armazenamento, bateria de 3.000 mAh e uma câmera principal com sensor de 21 megapixels. É poder de fogo de sobra que vem a um preço considerado alto pela imprensa internacional: US$ 499.

Design do DTEK60 lembra bastante o do Nexus 4 da LG. Aparelho é o BlackBerry mais potente de todos os tempos, mas custa caro

Design do DTEK60 lembra bastante o do Nexus 4 da LG. Aparelho é o BlackBerry mais potente de todos os tempos, mas custa caro (Reprodução: Softpedia)

Marty Beard, diretor de operações da BlackBerry, não pensa assim. "Se você observar recurso por recurso, e analisar a dimensão, peso, tamanho de tela, memória, câmera e bateria, vai ver que é um dispositivo respeitável", rebateu o executivo. Para a empresa, entretanto, o grande diferencial do DTEK60 é que ele oferece total acesso ao ecossistema Android para empresas e organizações a fim de garantir uma maior produtividade. "Ele [o smartphone] vem com todos os recursos de segurança que a BlackBerry oferece para o Android, inclusive os melhores pacotes de segurança e um app que permite os usuários monitorarem e controlarem sua privacidade", disse a canadense em comunicado oficial de lançamento.

Timidamente, Beard também confirmou que este será o último aparelho fabricado inteiramente pela empresa. Segundo ele, a aquisição dos componentes foi totalmente conduzida pela BlackBerry e apenas a manufatura foi delegada à chinesa TLC. "Este é aparelho é nosso e toda a responsabilidade é nossa", enfatizou o executivo.

Há cerca de um mês, após inúmeros trimestres no vermelho, a fabricante anunciou que estava abrindo mão de seus aparelhos para focar nos negócios de serviço e software, considerados mais lucrativos. Mesmo assim, isso não significa que não veremos mais smartphones da BlackBerry por aí: a companhia está fechando acordos com parceiros para terceirizar todo o processo de fabricação daqui em diante.

Via Reuters, Android Central