BlackBerry corta mais empregos em seu plano de recuperação

Por Redação | 22 de Julho de 2015 às 11h10

A empresa canadense BlackBerry anunciou que demitirá funcionários como parte de seu plano de recuperação iniciado há cerca de um ano e meio pelo CEO John Chen. Não se sabe quantos empregados serão impactados com o novo corte e nem a qual setor da empresa as demissões serão direcionadas.

"Visto que a BlackBerry se move para a próxima fase de sua recuperação, continuamos focados na eficiência de condução em toda nossa força de trabalho global", disse Kara Yi, porta-voz da companhia, em um comunicado enviado por e-mail nesta segunda-feira (20). "Como resultado, alguns funcionários foram impactados". Yi se recusou a comentar sobre a quantidade de funcionários que foram afetados pela nova iniciativa da empresa.

Desde que assumiu o controle da BlackBerry em novembro de 2013, Chen tem originado perdas de caixa apertando os cintos por cortar gastos. A companhia já havia anunciado demissões em maio, quando resolveu reduzir o negócio de smartphones da companhia. Em setembro de 2014, de acordo com o próprio site da empresa, a BlackBerry contava com 7 mil funcionários.

Vale lembrar que o histórico de demissões da BlackBerry é significativo nos últimos anos. Em 2011, a empresa tinha mais de 17 mil trabalhadores e uma participação de 14% do mercado de smartphones nos Estados Unidos. Já em 2012 a empresa havia despedido cerca de 6 mil trabalhadores. Em setembro de 2013, foi anunciado que haveria um corte de até 40% dos funcionários até o final do ano. Certamente não há emprego garantido na companhia canadense, o que deixa os funcionários tensos e a empresa fragilizada.

Tais medidas fizeram a empresa acumular uma perda de 30% no valor de suas ações na bolsa de valores.

Via Bloomberg

Fonte: http://www.bloomberg.com/news/articles/2015-07-20/blackberry-cuts-more-jobs-as-chen-s-turnaround-progresseshttps://pt.wikipedia.org/wiki/BlackBerry_%28empresa%29

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.