BlackBerry começa a atualizar o Priv para o Android Marshmallow

Por Redação | 13.04.2016 às 10:06
photo_camera Divulgação

O BlackBerry Priv foi o primeiro smartphone da companhia canadense a rodar Android. Mas apesar das expectativas em relação ao dispositivo, as vendas não convenceram e a empresa conseguiu vender apenas cerca de 600 mil unidades do Priv no quarto trimestre fiscal de 2015, um número muito abaixo do esperado. Independentemente disso, a fabricante anunciou que está preparando o lançamento da atualização do aparelho para o Android Marshmallow através de um programa de testadores beta.

Para participar do programa de atualização, que tem início nesta quarta-feira (13), os usuários precisam se cadastrar e concluir as etapas de inscrição necessárias. Feito isso, uma notificação informando a disponibilidade da atualização para o Android 6.0 Marshmallow será enviada como se fosse um update comum do sistema. Se desejar, o usuário também pode verificar manualmente se a atualização já está disponível através das configurações do sistema (Configurações > Sobre o telefone > Atualizações do Sistema).

Segundo a própria BlackBerry, nem todos os usuários receberão a atualização nesta quarta-feira. "Alguns participantes vão começar a receber o Marshmallow hoje. Vamos ter uma abordagem semelhante à forma como levamos as pessoas para o programa ao lançarmos a atualização de software: começaremos com um pequeno grupo, monitorando quaisquer questões críticas, e em seguida, expandindo para grupos cada vez maiores. Esperamos ter todos atualizados até o final da semana", explicou a companhia canadense.

Apesar do lançamento da atualização, muitos criticaram a BlackBerry pela demora em disponibilizar a versão 6.0 do Android para seus usuários, já que a versão do sistema operacional do Google foi lançada em outubro do ano passado. Embora a empresa não tenha declarado qual o motivo dessa demora, é possível especular que a empresa precisou de mais tempo para garantir a compatibilidade do Priv com o novo sistema, visto que a empresa adicionou seu próprio software de segurança no aparelho. Além disso, é importante lembrar que esse é o primeiro aparelho Android da empresa.

Via 9to5Google