BlackBerry atrasa em um mês o lançamento do KEYone

Por Redação | 03 de Abril de 2017 às 13h52
photo_camera Divulgação/BlackBerry
Tudo sobre

A BlackBerry anunciou neste final de semana que o seu próximo lançamento deve ser atrasado em pelo menos um mês. O KEYone é mais um smartphone da empresa a trazer teclado QWERTY físico, resgatando o estilo tradicional dos aparelhos BlackBerry que tanto fizeram sucesso no passado.

Inicialmente programado para chegar em abril de 2017, ele não deve ser lançado antes de maio. Analisando o atual contexto do mercado, com todos os holofotes voltados aos poderosos Galaxy S8 e Galaxy S8+ recém-anunciados pela Samsung durante evento em Nova York, esta jogada da BlackBerry é bastante compreensível. Porém, a empresa alega que o atraso servirá apenas para aumentar as unidades produzidas para o lançamento do dispositivo.

“A produção já está a caminho, mas queremos nos certificar de que poderemos atender às demandas de nossos consumidores e evitar desapontamentos com o fim dos estoques”, informou no Twitter o presidente e diretor-geral da empresa para a América do Norte Steve Cistulli.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Tamanha expectativa da BlackBerry seria resultado de uma recepção “extremamente positiva” por parte do público ao anúncio do KEYone. Ainda pela rede social, Cistulli informa o dia 5 de maio como a data oficial de lançamento do novo gadget, sem dar qualquer pista sobre quando isso deve ocorrer em outras localidades.

Apesar das negativas da empresa, não há como negar que o “efeito Galaxy S8” pesa nesta decisão. Vale lembrar que a BlackBerry não vem tendo vida fácil quando o assunto envolve as suas finanças. Apesar de começar a dar sinais de recuperação — o último semestre foi o “menos pior” em um bom tempo —, a situação ainda passa longe de ser estável.

De qualquer forma, a pergunta que fica é: ainda há espaço para smartphones com teclado físico? A BlackBerry acredita que sim e confia a isso parte de sua estratégia de retomada. Aguardemos os próximos capítulos.

Fonte: Steve Cistulli/Twitter

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.