BlackBerry anuncia nova rodada de demissões para realocação de recursos

Por Redação | 25 de Maio de 2015 às 09h37

A empresa canadense BlackBerry anunciou que irá demitir um número não revelado de funcionários em todo mundo com o objetivo é tornar o negócio de smartphones rentável. A companhia disse que os cortes irão impactar diretamente os trabalhadores dos setores de software, hardware e aplicativos de negócios.

"Com a empresa se mudando para sua próxima fase, a nossa intenção é realocar recursos de forma que melhor nos permitirá capitalizar as oportunidades de crescimento durante a condução em direção a rentabilidade sustentável em todas as facetas do nosso negócio", disse a companhia em um comunicado enviado à AFP.

Uma porta-voz da empresa se recusou a fornecer informações adicionais sobre os cortes nos postos de trabalho. Atualmente, a BlackBerry emprega cerca de 7 mil pessoas a nível internacional. Há apenas uma década, a canadense era vista como uma das principais fabricantes de celulares do mundo. Com o tempo, no entanto, ela foi forçada a se reorganizar e se concentrar mais em software e serviços, uma vez que não acompanhou o desenvolvimento do mercado de smartphones.

De acordo com uma pesquisa da IDC, a BlackBerry conseguiu apenas 0,4% das vendas globais de smartphones em todo mundo em 2014. Abaixo você confere a declaração completa da BlackBerry referente às demissões.

"À medida que continuamos executando nosso plano de recuperação da BlackBerry, continuamos focados na eficiência de condução em toda a nossa força de trabalho global. Como a companhia se move para sua próxima fase, a nossa intenção é realocar recursos de forma que melhor nos permitirá capitalizar as oportunidades de crescimento durante a condução em direção a rentabilidade sustentável em todas as facetas do nosso negócio.

Como resultados, nós tomamos a decisão para consolidar nosso negócio de software, hardware e aplicativos, impactando no número de funcionários em todo mundo. Sabemos que os nossos funcionários têm trabalhado duro em nome de nossa companhia e estamos gratos pelo seu empenho e contribuição.

Uma das nossas prioridades é fazer o nosso negócio rentável. Ao mesmo tempo, devemos crescer em software e licenciamento. Você verá nos próximos meses um crescimento significativo em nossas atividades voltadas para os clientes em vendas e marketing. Também vamos continuar a fazer parcerias estratégicas para concentrar e impulsionar as vendas e a entrega de novas ofertas em todas as áreas de alto crescimento do nosso negócio."

Fonte: Re/code

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.