ASUS Zenfone 5: enfim um smartphone que bate de frente com o Motorola Moto G

Por Pedro Cipoli
photo_camera BRUNO HYPOLITO / CANALTECH

A ASUS é uma empresa bastante reconhecida pela alta qualidade, algo que observamos repetidas vezes aqui no Canaltech ao testar os produtos da empresa. Nisso incluímos tanto Ultrabooks de alta performance como os Zenbooks que já passaram por aqui, placas de vídeo DirectCU II e Matrix, e placas-mãe. No segmento de smartphones, porém, ela é ainda pouco conhecida no Brasil, tendo lançado alguns tablets de entrada, como o Fonepad, mas ainda contando com um repertório pequeno de produtos.

A ASUS trouxe para o Brasil o Zenfone 5 e mirou no segmento intermediário, este contando com membros como o Moto G, um dos mais bem sucedidos smartphones lançados por aqui, que, como dissemos em nossa análise completa, permaneceu inquestionável por um bom tempo depois de ser lançado. Como será que ele se sai? Na verdade, muito bem, não só competindo em pé de igualdade em uma série de quesitos como também se destacando em vários pontos. Confira!

Design

Os produtos da ASUS contam com uma combinação padrão na maioria dos casos, mesmo nos modelos mais básicos: simplicidade e elegância. Conforme os preços variam há também uma mudança no grau de simplicidade e de elegância, mas as linhas gerais são basicamente essas e estão presentes no Zenfone 5. Não há linhas exageradas ou um design forçado, apenas uma simplicidade que não deixa de ser bonita, mesmo que sua construção seja de plástico.

Não se trata de um aparelho pequeno. Ainda que telas de 5 polegadas tenham se tornado relativamente comuns nos dias de hoje, sendo por muitos até consideradas como "de tamanho médio", as bordas são um pouco maiores do que gostaríamos. Isso faz com que o Zenfone 5 seja mais comprido do que um Galaxy S5, que possui uma tela de 5,1 polegadas, trazendo uma largura semelhante, e sendo perceptivelmente maior do que um Nexus 5.

  • Peso: 145 gramas
  • Largura máxima: 10,3 mm

A parte da frente é quase totalmente coberta pelo vidro de proteção do LCD, com exceção da parte de baixo, que possui um detalhe bacana em metal texturizado que lembra muito o que vimos no LG G3. A parte traseira é bastante curva, sem contar com chanfros nas bordas, tendo, no geral, uma pegada bastante confortável, ainda que a largura maior não permita que a maioria das pessoas o utilize com apenas uma das mãos.

Tela

Considerando que estamos falando de um aparelho voltado para o segmento intermediário, a tela é realmente espetacular. Até então tínhamos visto poucos modelos nesse segmento com LCDs dignos de nota, no qual o Moto G 2014 é uma das poucas exceções. Como dissemos, a tela conta com 5 polegadas, trazendo uma resolução HD (720x1280) e tecnologia LCD IPS.

As cores são bastante vívidas, contando com uma tecnologia chamada Splendid, comum em notebooks e Ultrabooks da ASUS, que as ajusta via software, com excelentes ângulos de visão graças ao IPS. Para nós ela nos pareceu um pouco melhor do que a tela do novo Moto G (que já é uma tela e tanto), contando com a mesma proteção Gorilla Glass 3 presente no intermediário da Motorola.

Configuração

A ASUS tem uma parceria de longa data com a Intel, isso tanto em Ultrabooks como em portáteis, então não é nenhuma surpresa que o Zenfone 5 traga um Intel Atom como processador. No caso, o modelo em questão é o já conhecido Z2560, presente em vários modelos de tablets anunciados recentemente, como o é o caso do Tectoy Veloce que testamos aqui há algum tempo.

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

Temos dois núcleos rodando a 1,6 GHz, estes contando com a tecnologia Hyperthreading da Intel e aparecendo como um quad-core para o Android, e GPU PowerVR SGX544 dual-core, sendo as especificações-referência do Z2560. Porém, a ASUS fez um upgrade muito bem vindo no caso do Zenfone 5, equipando-o com 2 GB de memória RAM, o que permite que o Android rode de forma muito mais confortável e o torna a prova de futuro, algo que modelos com 1 GB não podem garantir.

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

Essa configuração garante um desempenho que fica entre um Snapdragon 400 (Moto G) e um Snapdragon 600 (Galaxy S4), ou seja, dificilmente faltará desempenho na maioria das situações. De fato, ele raramente travou em nossos testes, em que o limitante, para nós, não ficou por conta da configuração, mas sim pelo armazenamento de 8 GB, já que até então estávamos tratando-o como um "top de linha intermediário", já que tops de linha geralmente trazem 16 GB.

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

Aqui temos um ponto onde ele perde para o Moto G 2014 DTV, que vem com 16 GB, mas balanceia essa diferença ao suportar cartões microSD de até 64 GB.

Android e ZenUI

Quando recebemos o Zenfone 5 para testes, ele trazia a versão 4.3 Jelly Bean do Android, algo que nos deixou um pouco tristes, já que ele chegou ao Brasil no final de 2014, quase um ano após o lançamento da versão 4.4 KitKat. Porém, a ASUS disponibilizou rapidamente a atualização para a versão 4.4.2, ainda que a atualização para o Android L seja um mistério. Basta querer, já que especificações não faltam.

A ASUS desenvolveu uma interface para a sua linha Zenfone chamada ZenUI. Se você acompanha o Canaltech, sabe que não somos muito fãs de interfaces próprias, já que algumas delas pesam demais sobre a configuração sem trazer benefícios que compensem a queda de desempenho. Muitos fabricantes melhoraram bastante nesse quesito, como a LG e a Sony, fazendo com que elas fiquem mais leves e dando uma polida geral no visual.

E como a ZenUI se sai? Bom, ela muda radicalmente o aspecto geral do Android. Mesmo a atualização da versão 4.3 para a 4.4.2 foi transparente, já que o visual é idêntico, algo que não acontece com o Android puro. Ela é até bacana, fazendo uso de contraste de uma forma que fica bem agradável aos olhos, além de dar preferência por ícones redondos e coloridos, provavelmente para destacar a qualidade da tela.

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

Algo de que gostamos é a integração dos apps pré-instalados, como a agenda, que aparece não só na tela de bloqueio como também na área de notificações, além de ser sincronizada com o Google Agenda. Outro app que vale a pena mencionar é o Do It Later, um app bem simples de tarefas ToDo para registros pessoais e que também é integrado com outros apps. Por exemplo: ao receber um SMS, é possível lidar com ele depois sem mesmo acessar o app de mensagens, diretamente da área de notificações.

Outros que merecem destaque incluem o economizador de energia, que em nossos testes fez com que o aparelho ganhasse 3 ou 4 horas extras de autonomia sem perdas significativas de recursos, e o gerenciador de memória embutida na área de notificações. Na verdade, utilizamos pouco essa função, já que é bastante difícil encher os 2 GB de memória RAM, mas é uma ferramenta excelente para quem não tem o costume de fechar os apps com frequência.

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

As alterações visuais nos pareceram pesar muito pouco sobre a configuração, em especial pelo fato de desempenho bruto não ser um problema aqui. A ASUS substituiu completamente o Google Launcher pelo ASUS Launcher, e mesmo quando trocamos um pelo outro não vimos alterações na performance.

Câmera

Ficamos vários dias com o Zenfone 5, de forma que pudemos explorar bastante as suas câmeras. A traseira conta com 8 megapixels e é capaz de gravar vídeos em Full HD, trazendo flash, mas sem contar com estabilização óptica de imagem (OIS), geralmente presente somente em modelos topo de linha.

ASUS Zenfone 5 - Fotos
ASUS Zenfone 5 - Fotos

A qualidade? Uma das maiores que vimos em um intermediário. A ASUS chama o sensor de câmera de PixelMaster, e em fotos durante o dia ele foi capaz de lidar muito bem com praticamente qualquer situação de luz. Há vários perfis pré-definidos de fotos (escalas de cinza, sépia e assim por diante) e um software que permite um bom controle dos recursos da câmera, como exposição e balanço de branco.

ASUS Zenfone 5 - Fotos
ASUS Zenfone 5 - Fotos

Há um modo específico para fotos noturnas, utilizando somente 2 megapixels e forçando o sensor de luz para fotos mais límpidas. Em nossos testes esse recurso funcionou muito bem em algumas situações e em outras nem tanto. Depende muito do tipo de iluminação: as fotos feitas em ambientes que possuem lâmpadas fluorescentes de ponto único apresentaram um nível perceptível de ruído.

ASUS Zenfone 5 - Fotos
ASUS Zenfone 5 - Fotos

A câmera frontal de 2 megapixels se saiu muito bem, até mesmo em ambientes pouco iluminados e sendo capaz de gravar vídeos em 720p com excelente qualidade.

Bateria, extras e som

Um ponto que pode ser melhorado aqui é o tamanho da bateria do Zenfone 5. Ela tem 2110 mAh de capacidade, pequena não só para os padrões atuais de bateria como também se considerarmos o tamanho do aparelho, que poderia comportar uma bateria maior, ainda mais por não ser removível. Ela é apenas 40 mAh maior do que a presente nas duas versões Moto G, e conseguimos um dia tranquilo de uso não devido à capacidade, mas ao gerenciamento de energia embutido. Ao desativá-lo, é necessário carregar o celular mais de uma vez por dia.

ASUS Zenfone 5 - Screenshots

Assim como o Moto G, o Zenfone 5 é um modelo 3G dual-chip quadriband, não havendo uma versão 4G no Brasil até o momento (mais elucubrações sobre isso na conclusão), trazendo Bluetooth 4.0 com A2DP e EDR, GPS com A-GPS e GLONASS, rádio FM sem RDS e Wi-Fi nos padrões B, G e N, sendo um kit básico de aparelho intermediário. Sentimos falta somente do NFC, e o suporte para televisão digital seria muito bem vindo também.

Na parte de trás há uma saída de som no centro, mas, curiosamente, ela fica localizada no canto inferior direito, algo só possível de ver ao retirar a tampa traseira. O som é bastante abafado no viva voz, algo que melhora bastante ao colocarmos fones de ouvido, mostrando que o driver de som é otimizado para fones, em vez da caixa de som.

Conclusão

O Zenfone 5 da ASUS chegou ao Brasil em 3 versões, e, curiosamente, a que testamos não está disponível para venda. Ela fica entre a versão mais básica, com processador Intel Atom dual-core de 1,2 GHz e 8 GB de memória interna (R$ 599, com uma promoção por tempo limitado de R$ 499) e a dual-core de 1,6 GHz com 16 GB de memória interna (R$ 699). De qualquer forma, o que vale aqui é o seguinte: a versão mais avançada tem exatamente o mesmo preço da versão básica do novo Moto G.

Tá, o que isso significa? Que finalmente apareceu um concorrente para o Moto G. Finalmente! Em uma série de análises que publicamos aqui no Canaltech nós dissemos alguma variação de "o aparelho X é bom, mas perde para o Moto G em custo-benefício" porque, até então, ele reinava inquestionável desde a sua primeira versão lançada em 2013. O Zenfone 5 é um aparelho excelente por si só, o que combinado com o preço agressivo, resulta em um dos melhores intermediários do mercado atualmente.

Ele possui desempenho de sobra (para a categoria), câmera de qualidade e outras excelentes características, que aliás nos fazem questionar os preços de qualquer top de linha do mercado, já que ele já atende, e muito bem, até mesmo usuários mais avançados. Porém, o ponto em que ele perde para o Moto G 2014 é no fato de ele trazer uma interface proprietária. Não que ela seja ruim, já que depende muito da opinião de cada um, mas dificulta a atualização para a versão Lollipop, já que ele acabou de receber a versão KitKat.

Ainda assim, o altíssimo custo-benefício é inquestionável, trazendo inclusive o suporte para dois chips simultâneos, algo importantíssimo no mercado brasileiro.

Vantagens

  • Excelente relação custo-benefício;
  • Design bonito e elegante;
  • Tela de altíssima qualidade;
  • Desempenho de sobra para a maioria das tarefas, com 2 GB de memória RAM;
  • Câmeras de qualidade.

Desvantagens

  • Bordas muito largas, fazendo ele parecer ter uma tela maior do que realmente possui;
  • Bateria abaixo do esperado.
Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.