Apple pode incluir tecnologia parecida com o Kinect na câmera do iPhone

Por Redação | 21 de Fevereiro de 2017 às 14h51
photo_camera DepositPhotos/ifeelstock

A Apple pode estar trabalhando em uma tecnologia de câmera "revolucionária" para o próximo iPhone, que pode ser usada para reconhecimento facial ou de íris, experiências de jogos de realidade aumentadas e selfies 3D .

A possível novidade foi divulgada pelo analista da KGI, Ming-Chi Kuo, conhecido por antecipar muitos anúncios da Apple. O analista diz que os novos componentes serão capazes de mesclar a informação de profundidade com as imagens 2D da câmera frontal.

O hardware irá utilizar algoritmos desenvolvidos pela PrimeSense, startup que a Apple adquiriu em 2013. O sensor aparentemente será capaz de detectar a localização e a profundidade dos objetos que ele pode ver.

Embora esse tipo de tecnologia possa ser incomum em um smartphone, o que Kuo está descrevendo soa como algo parecido com a tecnologia da Microsoft popularizada pelo Kinect. A semelhança começa com a descrição da tecnologia, que deve amplificar o alcance da câmera tradicional com um projetor e receptor infravermelho – assim como acontece no Kinect.

Esses três componentes permitem que o iPhone capture informações de profundidade, em vez de apenas uma imagem plana. Isso é particularmente importante para um possível sistema de desbloqueio da tela do iPhone por meio de reconhecimento facial, pois impediria que alguém usasse uma foto do dono do aparelho para desbloqueá-lo.

Esses rumores de que a Apple está pensando em levar o reconhecimento facial ou de íris para o próximo iPhone, como um substituto ou alternativa ao Touch ID, fazem sentido, uma vez que o botão home está indo embora. No entanto, ainda não está inteiramente claro como essa substituição vai acontecer.

Via 9to5Mac

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.