Apple gasta cerca de US$ 443 para produzir cada iPhone Xs Max

Por Redação | 25 de Setembro de 2018 às 22h50
Tudo sobre

Saiba tudo sobre iPhone XS Max

Ficha técnica

De acordo com análise do TechInsights, a Apple deu seu jeitinho esperto de reduzir o custo com materiais nos novos iPhones, aumentando sua margem de lucro. O iPhone Xs Max de 256 GB, por exemplo, custa apenas US$ 443 para a fabricação de peças e montagem — enquanto é vendido por US$ 1.249 para o consumidor nos Estados Unidos.

O custo de fabricação e montagem do iPhone X, lançado no ano passado, foi de cerca de US$ 395. Isso significa que a companhia de Cupertino conseguiu lançar um aparelho mais potente, com tela ainda maior e bateria mais parruda, com pouca diferença em seu gasto — ou seja, com maior lucro.

Ainda segundo a análise, grande parte deste custo vai para o display OLED de 6,5 polegadas, com o TechInsights estimando que esse custo específico seja de 80 dólares, mais ou menos — quase três dólares a mais do que o custo da tela do iPhone X, mas cerca de dez dólares a menos do que teria sido gasto caso esse display trouxesse o 3D Touch, que foi eliminado dos novos iPhones.

Além do display, o Xs Max também saiu um pouco mais caro agora com a Intel fornecendo o modem no lugar da Qualcomm, e o processador A12 Bionic, com tecnologia de 7 nm, também custa um pouco a mais.

Vale ressaltar, contudo, que esses valores não são divulgados oficialmente pela Apple. O pessoal do TechInsights desmembrou o aparelho "de cabo a rabo", separando pecinha por pecinha, justamente para calcular esses valores, tudo isso com base no preço de mercado desses componentes.

Fonte: Apple Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Ofertas iPhone XS Max

  • Americanas
    iPhone Xs Max Ouro 512GB IOS12 4G + Wi-fi Câmera 12MP - Apple
    R$ 5.892,20