Apple gasta apenas US$ 236 para fabricar o iPhone 6s Plus

Por Redação | 01 de Outubro de 2015 às 08h27

De acordo com a IHS, companhia de pesquisa e tecnologia, o custo de produção do iPhone 6s Plus, sem levar em conta os gastos com transporte, marketing e pesquisa é estimado em US$ 236, cerca um terço do valor cobrado dos consumidores, visto que o smartphone é vendido por US$ 749 nos Estados Unidos.

A consultoria levou em consideração os custos dos componentes, que consiste na parte mais cara de todo o processo de construção do dispositivo. A IHS não analisou os custos do iPhone 6s, mas a estimativa é de que o dispositivo custe à Apple cerca de US$ 211,50.

A nova tela com suporte à tecnologia 3D Touch foi o componente mais caro de todo o iPhone 6s Plus, custando US$ 52,50. Enquanto isso, o processador A9, segundo componente mais caro, custa para a Apple US$ 22.

Outros componentes principais que têm um preço considerável são a memória RAM de 2 GB, que custa US$ 17; o processador de rede da Qualcomm, com custo de US$ 13; e as câmeras frontal e traseira que saem por US$ 22,50. As placas de circuito e conectores custam US$ 42, enquanto que o módulo WLAN e a bateria custam, respectivamente, US$ 6 e US$ 4,50. Os sensores do iPhone, como acelerômetro, barômetro, NFC e outros são adquiridos pela Apple de terceiros por US$ 18.

De acordo com o levantamento da consultoria, é interessante notar que a Apple paga cerca de US$ 0,35 para cada gigabyte, o que faz com que o custo de produção de um dispositivo com 16 GB para 64 GB seja de US$ 17. No entanto, a empresa vende os smartphones no varejo com uma diferença de US$ 100 entre as duas versões.

Segundo o diretor sênior de pesquisas da IHS, Andrew Rassweiler, os novos iPhones são mais resistentes do que os seus antecessores, visto que utilizam um tipo de alumínio mais robusto e proteção Gorilla Glass 4, que juntos tornam os dispositivos mais fortes, sobrevivendo até mesmo a pequenas quedas na água.

Essas pequenas melhorias fizeram com que a Apple mantivesse o preço dos iPhones. Além disso, a empresa pretende manter o valor de seus modelos por mais tempo, visto que pretende fazer com que o programa de financiamento do smartphone realmente compense para os usuários.

"Eles estão tentando torná-lo mais resistente e mais duradouro para apoiar este programa de financiamento", comenta Rassweiler.

A Apple foi procurada para se pronunciar sobre os dados levantados pela IHS, mas recusou-se a comentar sobre o assunto.

Fonte: Re/Code

Fonte: http://recode.net/2015/09/29/apples-iphone-6s-plus-costs-an-estimated-236-to-make-749-to-purchase/